Corinthians terá que contratar um técnico que saiba trabalhar com a base

Beatriz Zoccoler

Beatriz Zoccoler, 19 anos e, com muito orgulho, estagiária do Meu Timão que tem como melhor característica ser corinthiana.

ver detalhes

Corinthians terá que contratar um treinador que saiba trabalhar com a base

Coluna do Beatriz Zoccoler

Opinião de Beatriz Zoccoler

5.9 mil visualizações 115 comentários Comunicar erro

Corinthians terá que contratar um treinador que saiba trabalhar com a base

Garotos da base do Corinthians para temporada 2021

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Não é novidade para ninguém que o Corinthians está num ano de contenção de gastos, porém, mais do que isso, o Corinthians está num ano de integração da base e tem muitos jovens em seu plantel - alguns mais utilizados, outros menos, mas todos com muito potencial (seja pra já sair jogando, seja pra ser lapidado). O novo comandante do Timão precisa utilizá-los.

O projeto de subir mais meninos para o profissional teve início na temporada passada, com Tiago Nunes. Na ocasião, Xavier, Gabriel Pereira, Ruan Oliveira e Roni foram integrados ao elenco. Com o treinador, apenas GP e Ruan Oliveira entraram - os outros dois tiveram oportunidade de estrear quando Coelho assumiu interinamente (e ainda subiu Mantuan).

Vagner Mancini, querendo ou não, foi o responsável por subir uma grande quantidade de garotos ao futebol profissional. Adson, Antony, Cauê, Felipe Augusto, Guilherme Biro, Mandaca, Matheus Araújo, Matheus Donelli, Rodrigo Varanda e Vitinho. Além disso, teve o retorno de João Victor e passou a utilizar mais Raul Gustavo e Lucas Piton. Esse é um caminho que não pode ser descontinuado.

O técnico que vir precisa entender que o futuro do clube está nos pés dessa garotada. Não é como se eles fossem a solução de todos os problemas, longe disso, mas é dali que vai sair a composição de um elenco sem precisar gastar horrores de dinheiro com jogadores que nem agregam tanto assim.

É dessa molecada que saíram quase 60% dos gols do Corinthians no Campeonato Paulista. Precisa ter muita paciência? Lógico. Mas também precisa entender que dos últimos jogos do Mancini, as melhores exibições foram quando o time teve uma composição mais jovem. É preciso acreditar e continuar dando oportunidade para eles.

Não é simplesmente colocar pra jogar numa fogueira, existe contexto e existe momento. E que momento melhor do que uma reconstrução? Começar do zero com um novo técnico é difícil, mas os testes precisam continuar acontecendo. Eles precisam continuar tendo espaço.

A cultura de uso de base num clube é um processo muito complexo por diversos motivos, entretanto, ela só se tornará um hábito se houver constância. E não existe outro caminho pra 2021 (e pro futuro) que não seja crer no Terrão. Para quem chegar: coragem. A base salva.

Veja mais em: Base do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Beatriz Zoccoler

Por Beatriz Zoccoler

Beatriz Zoccoler, 20 anos e, com muito orgulho, estagiária do Meu Timão que tem como melhor característica ser corinthiana.

O que você achou do post do Beatriz Zoccoler?

x