Ato final - 100 anos Ponte Grande

Fernando Wanner

Artista plástico, pesquisador, roteirista e professor de história em quadrinhos, designer e Corinthiano.

ver detalhes

Ato final - 100 anos Ponte Grande

Coluna do Fernando Wanner

Opinião de Fernando Wanner

790 visualizações 20 comentários Comunicar erro

Ato final - 100 anos Ponte Grande

Uma despedida com uma festa à altura da lendária casa corinthiana

Foto: Arquivo Corinthians

O ano de 1926 foi de mudança para o Sport Club Corinthians Paulista.

O contrato de arrendamento da Ponte Grande permitia negociar as benfeitorias do terreno. O negócio foi feito com a Associação Athletica São Bento, clube formado por estudantes e ex-estudantes do Colégio São Bento, da capital. O contrato de arrendamento determinava que a transferência do uso da área, e consequente venda das benfeitorias, somente poderia ser feita para outra associação esportiva e recreativa.

A Associação Athletica São Bento pagou ao Corinthians pelas benfeitorias — campo, vestiário, barzinhos e demais pequenas instalações — 40 contos de réis, em duas prestações de 20 contos: uma vencida em abril e a outra em novembro.

O último jogo do Corinthians como proprietário do estádio aconteceu em 17 de Abril de 1927, com uma goleada do Timão em cima do Taubaté por 7 x 2. Uma despedida com uma festa à altura da lendária casa corinthiana. O Timão já tinha uma nova morada em vista. Os ventos agora sopravam para a Zona Leste, para uma fazenda protegida por São Jorge.

Mas isso é uma outra história...

Veja mais em: História do Corinthians.

Coluna do Fernando Wanner

Por Fernando Wanner

Artista plástico, pesquisador, roteirista e professor de história em quadrinhos, designer e Corinthiano.

O que você achou do post do Fernando Wanner?