Venha fazer parte da KTO
x
Tite no Corinthians: a estratégia de quem não sabe o que fazer
Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

ver detalhes

Tite no Corinthians: a estratégia de quem não sabe o que fazer

Coluna do Jorge Freitas

Opinião de Jorge Freitas

9.1 mil visualizações 61 comentários Comunicar erro

Tite no Corinthians: a estratégia de quem não sabe o que fazer

Técnico Tite levantou placa em homenagem à torcida após conquista do Mundial de Clubes em 2012

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Quando Luxemburgo foi contratado, escrevi aqui mesmo que o óbvio estava provado e que o treinador não daria certo no Corinthians. Comentei também que provavelmente quando fosse demitido, já teríamos desperdiçado dois campeonatos e estaríamos por um fio de perder o terceiro.

Na mesma coluna, apontei que o nome certo para o Corinthians naquele momento seria um treinador com ajuste defensivo, que arrumaria a casa, organizaria um esquema reativo para aproveitar as velocidades de Yuri Alberto e Roger Guedes (no clube na época), pois sem tempo para treinar, o Timão jamais teria tempo para encaixar um time a ponto de brigar com os melhores times desta temporada.

Não precisei viajar no tempo para entender que tudo isso aconteceria, bastou apenas uma pitada de lucidez em meio ao mar de incompetência que paira na diretoria corinthiana e que, por vezes, é corroborada por parte da imprensa e de torcedores.

Ocorre que, infelizmente, quando se chega ao poder por politicagem e amizade e não por competência, torna-se comum o uso de estratégias absurdas, típico daquele que não sabe o que fazer e acaba por enfiar os pés pelas mãos.

Desde a contrtação de Luxemburgo até a sua demissão, nesta quarta-feira, Duílio teve pelo menos quatro grandes momentos em que poderia ter se dado conta do erro que cometeu ao trazer o treinador de ideias ultrapassadas. Poderia, principalmente, ter mudado o comando após o terrível jogo contra o Estudiantes na Argentina, que acabou tendo como herói a trave, mas preferiu desperdiçar mais um período de treinamentos (Data-Fifa) não por teimosia (agora está óbvio), mas por não saber o que fazer na reta final do seu lamentável mandato.

Ontem, com a velocidade de um caracol, acordou para a vida e resolveu trocar o comando, mas de uma forma estranha, como tudo o que acontece no Corinthians. Infelizmente, mais uma vez, corroborada por boa parte da torcida e da imprensa, que estava eufórica em razão da possibilidade de ter de volta o maior treinador da história do clube, Tite.

Acontece que no Corinthians a estratégia é sempre daquele que não sabe o que fazer e a demissão de Luxemburgo exatamente quando se fortaleciam as conversas de que Tite estaria fechando com o Flamengo servem apenas como cortina de fumaça para esconder a incompetência da diretoria não somente no planejamento da temporada, mas também nos bastidores do mundo do futebol.

Imagina se Tite fecha com o Flamengo enquanto o Corinthians tem Luxemburgo no cargo? O custo político para uma chapa que busca permanecer no poder seria incalculavelmente ruim. Com a demissão de Vanderlei e a busca por um novo treinador, jogou-se a bomba na mão do ex-treinador da seleção brasileira, que pode ser tratado como traidor caso prefira ir ao Flamengo a voltar ao Corinthians.

Em outras palavras, Luxemburgo merecia ter sido demitido há muito tempo, mas não o era porque a diretoria não possuia qualquer estratégia para encontrar um substituto. Com Tite próximo do Flamengo e Luxemburgo no cargo, as críticas às diretorias seriam certas. Sem Luxemburgo, divide-se a culpa com Adenor, e usa-se o discurso do "tentamos, mas ele não quis".

É claro que boa parte da torcida se iludirá com este conto, isentará o presidente e culpará o treinador.

O fato é que mais uma vez a diretoria se mostra sem saber o que fazer. Perdida, troca de comando às vesperas do jogo mais importante da temporada, sendo que deveria ter feito isso há muito tempo. Uma lambança atrás da outra no último ano de mandato de Duílio Monteiro Alves.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Avalie esta coluna
Coluna do Jorge Freitas

Por Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

O que você achou do post do Jorge Freitas?

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Robson

    Ranking: 8267º

    Robson 219 comentários

    @robson-castro-teixei em

    Um dos tópicos mas lúcidos que já vi nesse site, parabéns.

  • Foto do perfil de Aurimar

    Ranking: 2272º

    Aurimar 948 comentários

    @aurimar.macedo em

    O Corinthians tem que esquecer o Tite de uma vez, não é possível que sempre que estão a procura de um treinador o nome do Tite seja o primeiro da lista. O Tite já disse NÃO para o Corinthians várias vezes, mas esses caras insistem em querer contratá-lo. Ele só virá para o Corinthians quando estiver em fim de carreira igual ao Luxa, cheios de juras de amor e muita incompetência. Ainda não me esqueci que uma semana antes de aceitar o cargo de treinador da seleção brasileira, ele declarou que JAMAIS sairia do Corinthians. Tite quem te conhece NÃO TE COMPRA!

  • Publicidade

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de SERGE

    Ranking: 509º

    Serge 3248 comentários

    61º. @serge em

    E digo mais.Gente, mesmo se o clube e time estivessem bem, com muita grana pra gastar, e o time disputando e ganhando títulos, nessa fase onde precisa-se RENOVAR o elenco, montar um novo time, o Tite não seria e não é e nunca será o nome certo para o cargo de treinador.Lembremos de que foi Mano, que montou os times que Tite pegou em 2011 e 2015. Tite nem gostava de trabalhar com jogadores da base. Gostava de jogadores mais velhos e cascudos. Vejam o trabalho dele na seleção. Sabe por que não deu certo em duas Copas do Mundo? Porque Tite não soube ou não conseguiu convocar certo. Sempre chamando jogadores mais no nome e amizade. Levando jogadores contundidos. Na última Copa nem laterais tínhamos. Enfim, pra essa fase de reconstrução se a diretoria trouxesse o cara, seria mais uma escolha errada dessa diretoria amadora e inepta.

  • Foto do perfil de Marcos

    Ranking: 27º

    Marcos 23173 comentários

    60º. @marcos.marinho3 em

    O problema que nossa diretoria não consegue entender.

  • Foto do perfil de Lucas

    Ranking: 1362º

    Lucas 1485 comentários

    59º. @lucas.ibiapino.alve1 em

    Tem que ser muito burro ou muito inocente para isentar a diretoria nesse caso, o duilio juntamente com essa chapa renovação e transparência destruíram o Corinthians! Não tem como isentalos.

  • Foto do perfil de Pedro

    Ranking: 10º

    Pedro 45668 comentários

    58º. @pedro.teixeira em

    Tite é retrocesso para quem quer reformular elenco.
    técnico paneleiro e que não sabe trabalhar com a base

  • Foto do perfil de Nauricio Nau

    Ranking: 2010º

    Nauricio 1056 comentários

    57º. @nauricio.nau em

    A prioridade do El Muerto era vender jogadores para não deixar aumentar o buraco causado pela RT, logicamente visando às eleições.
    Depois daquele jogo contra o Estudiantes é inexplicável o Pofexô ter continuado no clube. P que p, que bando de safados.