Os números que ajudaram Sócrates a marcar seu nome na história do Corinthians

Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

ver detalhes

Os números que ajudaram Sócrates a marcar seu nome na história do Corinthians

Coluna da Julia Raya

Opinião de Julia Raya

1.1 mil visualizações 22 comentários Comunicar erro

Os números que ajudaram Sócrates a marcar seu nome na história do Corinthians

Sócrates é um dos maiores ídolos da história do Corinthians

Foto: Irmo Celso/ Placar

Sócrates é um dos grandes ídolos do Corinthians e acho que dessa afirmação ninguém deve discordar. Eu, como muitos dos torcedores alvinegros, infelizmente, não tive o privilégio de vê-lo atuando com a camisa do Corinthians, mas sempre me interessei pelo papel do Doutor tanto dentro quanto fora de campo, como na Democracia Corinthiana. Recentemente, alguns números do meia com a camisa alvinegra chamaram minha atenção.

Durante esse período de quarentena, preenchi muitas das fichas de jogos mais antigos do Corinthians aqui no Meu Timão e, dentre todos os muitos jogadores e os inúmeros dados, um específico me chamou a atenção: os gols marcados por Sócrates.

Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira defendeu o Corinthians em 298 jogos entre 1978 e 1984. Com ele em campo, foram 153 vitória corinthianas, 90 empates e 55 derrotas, além de 495 gols marcados e 277 sofridos. Mas, desses 495 tentos anotados pelo clube, quantos foram do meio-campista? Quantos jogos ele decidiu pelo Corinthians? Contra quais times ele mais marcou? A frequência com que via o nome de Sócrates entre os autores de gols do Corinthians me fez levantar essas e algumas outras perguntas. Com a curiosidade (e a ajuda do Almanaque do Timão, de onde tirei todas as informações), fui atrás das respostas.

Sócrates balançou as redes pelo Corinthians 172 vezes em 127 jogos e contra 53 adversários diferentes. De todos os gols, 35 foram de pênalti. E de todas as equipes contra as quais Sócrates jogou, em quais ele mais marcou? Curiosamente, o primeiro nome da lista não é de um time da capital.

O Guarani foi o clube que mais sofreu gols de Sócrates, um total de 12. O segundo time mais vazado pelo meio-campista é o Palmeiras, com oito tentos. Os outros dois grandes da capital aparecem em quarto e quinto lugar, ao lado de outros clubes – veja a lista dos clubes mais vazados por Sócrates abaixo.

Durante esse processo, me chamou a atenção, também, o poder de decisão do jogador. Isso é: quantos jogos tiveram seus resultados diretamente influenciados por gols de Sócrates. No caso, 40. Das 127 partidas em que ele balançou as redes, em 40 o meia influenciou diretamente no resultado - 15 empates e 25 vitórias (com 2 ou mais gols em 14 delas). Além dessas, Sócrates foi responsável por todos os gols corinthianos em outras nove partidas, mas essas acabaram em derrota. Confira a lista completa desses jogos abaixo.

Decisivo para o título

Em 1983, o Corinthians conquistou seu 19º título estadual. Depois de despachar o Palmeiras na semifinal, o Timão foi superior ao São Paulo e levantou a taça do Campeonato Paulista. E Sócrates foi essencial principalmente na reta final dessa conquista.

No primeiro jogo da fase semifinal, o Timão viu o Palmeiras abrir o placar e precisou de Sócrates, já no final do segundo tempo, para buscar o empate, de pênalti. No jogo de volta o Doutor voltou a balançar a rede e garantiu não só o triunfo corinthiano, como a vaga na final.

O primeiro jogo da decisão acabou em vitória corinthiana diante do São Paulo, por 1 a 0, com novo gol de Sócrates. No segundo jogo, o meia balançou a rede mais uma vez e inaugurou o marcador – na ocasião, o Corinthians viu Marcão empatar nos minutos finais de jogo, mas garantiu o título pelo placar agregado.

Clubes mais vazados por Sócrates

1º lugar: Guarani – 12 gols;

2º lugar: Palmeiras – oito gols;

3º lugar: São José, Ponte Preta, São Bento e Goiás – sete gols;

4º lugar: XV de Jaú, Botafogo-SP, São Paulo, América de Rio Preto, XV de Piracicaba e Juventus – seis gols;

5º lugar: Tiradentes, Taubaté, Comercial de Ribeirão Preto, Santos e Ferroviária – cinco gols;

Jogos em que Sócrates marcou todos os gols do Corinthians

Vitórias

Jogo Campeonato
Corinthians 2 x 1 Juventus Campeonato Paulista de 1978
Corinthians 2 x 0 Portuguesa Campeonato Paulista de 1978
São José 0 x 1 Corinthians Amistoso Estadual em 1979
Corinthians 2 x 0 XV de Piracicaba Campeonato Paulista de 1979
América de Rio Preto 0 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1980
Corinthians 3 x 0 XV de Jaú Campeonato Paulista de 1980
Palmeiras 1 x 2 Corinthians Campeonato Paulista de 1980
Corinthians 2 x 1 Noroeste Campeonato Paulista de 1980
Corinthians 2 x 0 XV de Jaú Campeonato Paulista de 1981
Corinthians 3 x 2 São Bento Campeonato Paulista de 1981
Corinthians 2 x 0 São José Campeonato Paulista de 1981
Corinthians 1 x 0 América de Rio Preto Campeonato Paulista de 1981
Corinthians 3 x 0 Taubaté Campeonato Paulista de 1981
Bangu 0 x 1 Corinthians Campeonato Brasileiro de 1982
Corinthians 2 x 1 São Bento Campeonato Paulista de 1982
Corinthians 1 x 0 Santos Campeonato Paulista de 1982
São Paulo 0 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1982
Corinthians 2 x 1 Fluminense Campeonato Brasileiro de 1983
Ferroviária 0 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1983
Corinthians 1 x 0 Inter de Limeira Campeonato Paulista de 1983
Ponte Preta 1 x 2 Corinthians Campeonato Paulista de 1983
Guarani 2 x 3 Corinthians Campeonato Paulista de 1983
Corinthians 1 x 0 Palmeiras Campeonato Paulista de 1983
Corinthians 1 x 0 São Paulo Campeonato Paulista de 1983
Goiás 0 x 1 Corinthians Campeonato Brasileiro de 1984

Empates

Jogo Campeonato
Corinthians 1 x 1 Guarani Campeonato Paulista de 1978
América de Rio Preto 1 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1978
Corinthians 2 x 2 XV de Piracicaba Campeonato Paulista de 1978
Noroeste 1 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1978
Corinthians 1 x 1 Francana Campeonato Paulista de 1980
Corinthians 1 x 1 São Paulo Campeonato Paulista de 1981
Marília 1 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1981
Corinthians 1 x 1 Guarani Campeonato Paulista de 1981
Corinthians 1 x 1 São José Campeonato Paulista de 1982
Guarani 1 x 1 Corinthians Campeonato Brasileiro de 1983
Corinthians 1 x 1 Goiás Campeonato Brasileiro de 1983
Corinthians 2 x 2 América-RJ Campeonato Brasileiro de 1983
Corinthians 1 x 1 Palmeiras Campeonato Paulista de 1983
Palmeiras 1 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1983
São Paulo 1 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1983

Derrota

Jogo Campeonato
Guarani 2 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1981
Corinthians 1 x Grêmio 2 Campeonato Brasileiro de 1982
Grêmio 3 x 1 Corinthians Campeonato Brasileiro de 1982
Tiradentes-PI 2 x 1 Corinthians Campeonato Brasileiro de 1983
Flamengo 5 x 1 Corinthians Campeonato Brasileiro de 1983
Goiás 2 x 1 Corinthians Campeonato Brasileiro de 1983
Comercial de Ribeirão Preto 2 x 1 Corinthians Campeonato Paulista de 1983
Seleção Japonesa 2 x 1 Corinthians Amistoso Internacional em 1984
Santos-JAM 2 x 1 Corinthians Amistoso Internacional em 1984

Veja mais em: História do Corinthians e Ídolos do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna da Julia Raya

Por Julia Raya

Estagiária do Meu Timão e estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo-SP. Tem 17 anos e é corinthiana há 18. Sempre viveu com o Corinthians e agora trabalha com ele também.

O que você achou do post da Julia Raya?