La voz del pueblo (e 6 motivos)

Lucas Faraldo

Escrevendo sobre o Corinthians desde 2014

ver detalhes

La voz del pueblo

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Opinião de Lucas Faraldo

15 mil visualizações 97 comentários Comunicar erro

La voz del pueblo

Bruno Méndez foi improvisado por Carille como lateral nos três últimos jogos do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em dia de Brasil x Argentina, que os deuses do futebol me perdoem pela citação em espanhol no título desta coluna. Mas se faz necessário levantar la pelota para um debate que se tornará crucial a partir da próxima semana, com a chegada de Gil ao Corinthians. Quem será o outro zagueiro titular para o segundo semestre? No que depender da Fiel, Bruno Méndez.

O uruguaio de 19 anos de idade vem sendo bastante solicitado por internautas (como mostra o resultado ainda parcial desta enquete). Aqui entre os torcedores que deixaram seu parecer no Meu Timão, 86% gostariam de ver Bruno Méndez como parceiro de zaga de Gil.

Motivos não faltam:

  • Bruno Méndez, com apenas 19 anos de idade, é capitão da seleção uruguaia sub-20 e já foi titular por duas vezes da seleção principal (contra Brasil e França!);
  • chegou ao Corinthians em fevereiro e ainda não teve uma chance sequer como zagueiro. Não está na hora, Fábio Carille?
  • mesmo jogando improvisado como lateral-direito, foi bem avaliado por torcedores e pela própria comissão técnica nos três últimos jogos do Corinthians;
  • os titulares Manoel e Henrique, à frente do setor defensivo no primeiro semestre, por mais que tenham apresentado evolução com o passar dos meses, não passaram a mesma segurança que duplas recentes como Gil e Felipe e também Pablo e Balbuena;
  • Manoel dificilmente, por questões contratuais e financeiras, seguirá no Corinthians para 2020. Para quê então passar seis meses moldando uma dupla que já tem data de validade?
  • por fim (e menos importante, convenhamos) há a tal mística latino-americana por trás de um zagueiro uruguaio (são considerados os mais seguros defensores do Uruguai ao México) Mas aí é só história!

Cabe ressaltar: Bruno Méndez não pode jogar a Sul-Americana pelo Corinthians porque já defendeu o Montevideo Wanderers na atual edição do torneio. Isso, dentro do planejamento de continuidade de escalação de Carille, pesa contra o beque uruguaio.

Sem mais delongas: acho que Carille testará Manoel e Gil juntos. É o que indica a saída por empréstimo de Pedro Henrique, abrindo vaga para Henrique ser o reserva pela esquerda.

Acho também que, dos motivos listados acima, nenhum sozinho bancaria a titularidade de Bruno Méndez no Corinthians ao lado de Gil. Todos juntos? Aí sim.

Até porque acho difícil quase 9 em cada 10 corinthianos estarem errados.

Veja mais em: Bruno Méndez e Escalação do Corinthians.

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Por Lucas Faraldo Knopf

Jornalista pela ECA-USP e ex-Esporte Interativo, Jovem Pan e Lance!. Hoje trabalha no Meu Timão. Autor do livro 'Impedimento - Machismo, racismo, homofobia e elitização como opressões no futebol'.

O que você achou do post do Lucas Faraldo?