Luan pode ser como Danilo ou como Pato. E a torcida será fundamental nesse desfecho

Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie. Desde janeiro de 2020, estagiário do Meu Timão. Estou também diariamente na Rádio Mackenzie.

ver detalhes

Luan pode ser como Danilo ou como Pato. E a torcida será fundamental nesse desfecho

Coluna do Luis Fabiani

Opinião de Luis Fabiani

18 mil visualizações 138 comentários Comunicar erro

Luan pode ser como Danilo ou como Pato. E a torcida será fundamental nesse desfecho

Desfecho de Luan no Corinthians é 'filme repetido' para a Fiel

Foto: Arte

O começo de Luan no Corinthians ainda divide opiniões. Os mais radicais já pedem sua cabeça e batem na tecla de que o Luan "não entendeu o que é o Corinthians". Os mais conservadores, como eu, ainda veem no meia um potencial imenso de crescimento técnico.

Fato é que o início do Luan é tudo menos unânime. Segue irregular como foi no Grêmio e ainda vive de alguns lampejos técnicos vistos em determinadas partidas. Já escrevi sobre isso em outro momento, e reafirmo: o torcedor do Corinthians precisará se acostumar com essa irregularidade se quiser ver o meia fazendo sucesso no clube.

Para isso, baseado no que já vimos em outros jogadores, é possível projetar dois possíveis desfechos para a carreira do camisa 7 no Parque São Jorge.

Ele pode se tornar "um Alexandre Pato", cuja displicência o tornou um dos jogadores mais odiados da história do clube. Esta, somada ao famoso pênalti de Porto Alegre e seguidas entrevistas inoportunas, lhe renderam uma alcunha de vilão mais do que justa. Este seria o desfecho no pior dos casos

No melhor deles, Luan poderia vir a ser como Danilo, que também teve um começo bastante irregular no clube, vindo a se firmar de fato na equipe titular somente na Libertadores de 2012. Hoje, Danilo é um dos maiores jogadores da história do clube. E se dependesse da paciência do torcedor em meados de 2011, muito provavelmente a passagem do meia pelo clube teria sido esquecida com o tempo. E convenhamos? Danilo nunca teve o perfil de jogador considerado "a cara do Corinthians".

A torcida é fundamental nesse processo. Não fosse a insistência de Tite, Danilo possivelmente teria saído do clube antes mesmo da competição continental que o consagrou. Chegou a ser vaiado no Pacaembu, na famosa partida contra o Atlético-MG de 2011.

É óbvio que Luan precisa mudar de postura e ser mais ligado no jogo. Mas também é necessário reconhecermos a possibilidade de uma reviravolta que um jogador dessa capacidade técnica pode nos oferecer. Não é hora de sair pedindo a cabeça de ninguém. Há de se ressaltar que Luan não chegou nem a completar vinte jogos pelo Corinthians

Luan pode vir a ser como Danilo ou como Pato. E para um final feliz, vamos precisar da colaboração do meia e da paciência da Fiel

Veja mais em: Luan e Danilo.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Luis Fabiani

Por Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie. Desde janeiro de 2020, estagiário do Meu Timão. Estou também diariamente na Rádio Mackenzie.

O que você achou do post do Luis Fabiani?