Corinthians terá Sub-17 'dos sonhos' em 2021

Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie. Desde janeiro de 2020, estagiário do Meu Timão. Estou também diariamente na Rádio Mackenzie.

ver detalhes

Corinthians terá Sub-17 'dos sonhos' em 2021

Coluna do Luis Fabiani

Opinião de Luis Fabiani

21 mil visualizações 56 comentários Comunicar erro

Corinthians terá Sub-17 'dos sonhos' em 2021

Corinthians 2 x 0 Sport - Brasileiro Sub-17 2020

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A base do Corinthians vive um momento de grande incerteza. Ainda não sabemos da competência do treinador Danilo para comandar a equipe sub-23. E não temos ideia de quem será o técnico da equipe sub-20 para o restante da temporada, já que o clube segue com a conduta amadora de dar meses de trabalho a um interino.

Essa incerteza, porém, parece ser presente só nas duas categorias mais avançadas da base do Corinthians. O Sub-17, que vem de anos de protagonismo no cenário nacional, promete ser a equipe mais vistosa do Parque São Jorge em 2021. E há uma série de fatores para isso.

Comissão técnica de elite

Na minha opinião, o Sub-17 é a categoria que possui os profissionais mais competentes no comando. Gustavo Almeida, técnico da equipe, acumula 53 jogos pelo Sub-17 com aproveitamento de 64%. Seu estilo de jogo prioriza a posse de bola, a agressividade e o domínio técnico sobre o adversário. Levou o Corinthians ao vice-campeonato brasileiro em 2019 e foi o principal responsável pela ascensão meteórica do centroavante Cauê, hoje no profissional.

Além do comandante, o auxiliar-técnico Carlos Leiria há de ser exaltado. Em 2020, quando assumiu a equipe sub-20 interinamente, levou a categoria à liderança do Campeonato Brasileiro. Tem filosofia próxima à de Gustavo Almeida e promete colaborar com um crescimento coletivo da equipe. Hoje, Carlos trabalha na categoria sub-17 por vontade própria, já que é treinador da equipe sub-15, que segue trabalhando somente com treinos online.

Reforços "profissionais" e trio de seleção

Se já não basta a ótima safra 05/06, o Sub-17 do Corinthians ainda tem margem para receber três reforços da equipe profissional. Guilherme Biro, Felipe Longo e Felipe Augusto, que vêm treinando com Vagner Mancini, ainda têm idade para compor o elenco da categoria. Três jogadores de alto potencial, que podem ser grandes diferenciais do Sub-17 na busca pelo título brasileiro.

Além do trio "profissional", há uma série de outros jogadores dentro da idade que possuem histórico interessante em seleções de base. São os casos de Leo Mana, Renato Santos e Thomas Augustin, constantemente convocados para as seleções de Brasil e Argentina, respectivamente.

Trio de "fenômenos"

Se não bastam os profissionais e os selecionáveis, há um trio de jogadores na base do Corinthians que são vistos com muito carinho pelo departamento de formação do clube. O meia Pedrinho (2004), o volante Yago (2006) e o atacante Pedro Henrique (2006) são joias de altíssimo potencial. O último, aliás, tem seu poder de arranque comparado ao de Neymar quando tinha sua mesma idade. Conversei com integrantes da base que me asseguram que Pedro Henrique, mesmo com somente 15 anos, vem treinando na equipe titular do sub-17.

Pedrinho, meia, ganhou fama ano passado ao participar de seis gols em uma única partida. Detalhe: tudo isso com 16 anos, pela equipe sub-20, contra adversários até quatro anos mais velhos.

Yago, por ser volante, talvez seja quem carregue o jogo menos vistoso, mas que pode ser extremamente útil em equipes ofensivas e defensivas. Destaca-se pela capacidade de se impor fisicamente e colaborar com passes rápidos, mostrando uma maturidade absurda para um jogador de somente 15 anos.


Para mim, esta série de fatores assegura ao sub-17 o título de categoria mais empolgante do Terrão para a temporada que está por vir. Somamos uma comissão técnica extremamente competente com jogadores de enorme potencial. Há pouca margem de erro

Veja mais em: Base do Corinthians e Corinthians Sub-17.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Luis Fabiani

Por Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie e entusiasta das categorias de base do Corinthians. Desde 2020, estagiário do Meu Timão.

O que você achou do post do Luis Fabiani?

x