1 mês grátis na Dazn
Corinthians x Fluminense

Pela Copa Sul-Americana, o Corinthians enfrenta agora o Fluminense

Acompanhe ao vivo
Valentia errada

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Valentia errada

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

4.0 mil visualizações 87 comentários Comunicar erro

Valentia errada

Houve nervosismo demais e futebol de menos contra o Botafogo

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O pênalti aconteceu.

O Corinthians foi prejudicado. Mais uma vez.

O time jogou mal. Muito mal.

Os jogadores que estavam mal, continuaram mal. Tiveram uma semana de treino e não reagiram.

Por isso, o pênalti tem que ser reclamado, sim. Mas não é desculpa.

Se os jogadores, diretores e o treinador passarem a semana reclamando do pênalti não marcado, o time corre o risco de ir mal de novo contra a Ponte Preta em Campinas.

PRECISA haver reação. E não é reação como a que aconteceu no gramado após o jogo.

É reação de futebol. O time precisa jogar.

Até pra não depender da boa vontade da arbitragem, que ao contrário do que dizem alguns idiotas, não favorece o Corinthians.

Fagner, Pedro Henrique, Guilherme Arana, Maycon, Rodriguinho, Jadson. Como pode tantos estarem tão abaixo?

Com muitos dias para treinar, é bom que se diga.

Quando o Jô marcou o gol contra o Botafogo, era a hora de partir pra cima. De aproveitar o mal momento do rival. Mas o time se acovardou na busca eterna pelo empate.

Não há desfalques, não há competições simultâneas, o departamento médico não está cheio. Não há desculpas.

É preciso jogar futebol. Ou voltar a jogar. Urgente. Na próxima rodada. Contra a Ponte Preta, em Campinas.

A briga, a valentia, a força de vontade tem que acontecer nos 90 minutos de jogo, e não depois do apito ou nos microfones.

É preciso futebol. Simples.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?