Hora da raça

Marco Bello

Setorista do Corinthians desde 2009 pela Rádio Transamérica, Marco Bello acompanha o dia a dia do clube

ver detalhes

Hora da raça

Coluna do Marco Bello

Opinião de Marco Bello

2.5 mil visualizações 39 comentários Comunicar erro

Hora da raça

Romero é um dos símbolos da raça no Timão

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A campanha nunca foi fácil, do site Meu Timão, vem em ótima hora.

São oito finais de campeonato em que os jogadores do Corinthians terão que mostrar a raça que mostraram no Campeonato Paulista.

Relegados ao segundo, terceiro ou até quarto escalão pela imprensa, os atletas se fecharam com o técnico Fabio Carille e conquistaram de forma brilhante o Paulistão.

Brilhante não pelo futebol apresentado. Mas pela raça. Pela vontade. Pela disposição em conquistar os resultados.

O Corinthians nem sempre jogava mais que o adversário. Mas corria mais.

Isso é Corinthians.

Ao final do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, com muitos já dando o título como certo, não tinha jeito de manter a concentração.

Ainda aconteceu uma coisa que poucos se lembram. O campeonato continuou, mas o Corinthians parou.

Conversei essa semana com um membro da comissão técnica do Corinthians que me disse:

“Aquela semana atrapalhou nosso ritmo. Com a viagem da Chapecoense, os outros times continuaram o campeonato, mas a gente não. Aí os caras desconcentraram.”

Pois é, parece que no Corinthians nada vem fácil mesmo. Título com 10, 12, 15 pontos de vantagem?

Vai ser no sufoco. Como sempre.

Para quem já reverenciou Ezequiel, Wilson Mano, Biro-Biro, isso é comum. Valorizemos a raça.

Oito finais. Não precisa jogar mais que ninguém. Precisa correr. E conquistar o título.

Coluna do Marco Bello

Por Marco Bello

Marco Bello é jornalista, apresentador e repórter da Rede Transamérica de Rádio, setorista do Corinthians desde 2009

O que você achou do post do Marco Bello?