Está tudo bem, Cássio

Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Vive Corinthians 24 horas por dia.

ver detalhes

Está tudo bem, Cássio

Coluna da Mayara Munhoz

Opinião de Mayara Munhoz

2.4 mil visualizações 65 comentários Comunicar erro

Está tudo bem, Cássio

Cássio falhou e pronto. Agora precisamos do Gigante de volta na Sul-Americana

Foto: Danilo Fernandes/Meu Timão

Está tudo bem, Cássio. Você errou. Errou bem feio, é verdade. Acredito que seja o pior frango da sua carreira, mas está tudo bem.

E não está tudo bem só porque você é ídolo do Corinthians. Está tudo bem porque todo mundo erra. Quantos chutes ao gol o Vagner Love erra dentro dos 90 minutos de um jogo? Quantos desarmes não são concluídos por Gabriel em uma partida? Quantas bolas são perdidas por Fagner que permitem que o adversário chegue dentro da área do Timão?

É que ser goleiro, nessas horas, é mais complicado mesmo. Um erro resulta em um gol. Um gol resulta em uma derrota, menos três pontos e tudo aquilo que sentimos e vivemos em dias assim, como foi o caso contra o Fluminense neste domingo. Ou contra o Ceará no sábado passado.

É normal ficar sendo lembrado por esses erros, principalmente em um caso como esse. Aconteceria com qualquer goleiro. Era um lance fácil, que normalmente não representa riscos para quem está embaixo das traves. Os rivais vão zoar, os torcedores mais exigentes vão criticar e a mídia vai exibir o lance incontáveis vezes.

Mas isso se torna ainda notável quando se trata de você, Cássio. Um erro desse não é esperado nunca de um goleiro conhecido pelas defesas mais complicadas. Confesso que já estou acostumada com as lambanças no que diz respeito a saída de bola. Apesar da melhora nos últimos meses, você ainda deixa a desejar isso. Mas nunca esperei ver esse tipo de frango.

E acredito que seja por isso que tenha virado tão assunto. Porque não é algo que esperamos de um Cássio. Mas, repito: está tudo bem.

Não quero nem entrar no mérito de ter crédito, de ter sido importante na Libertadores e no Mundial, de crescer em clássicos e tudo mais. Não tem a necessidade.

É normal porque todos erram. É normal porque você já provou que é um puta goleiro. É normal porque todos temos dias que não deveríamos ter levantado da cama.

E se torna ainda mais normal quando você, Cássio, assume o erro, como fez em Brasília, neste domingo. Confesso, de novo, que fiquei com receio de que não fizesse. De que procurasse uma desculpa. Isso é algo que você costuma fazer e não gostaria de ver isso nesse caso específico. Não tinha justificativa, né?

Então, só para que fique claro: isso não é um texto passando pano para um erro. Longe disso. Está bem claro que achei um frango, um lance péssimo e acredito que isso não pode acontecer de novo. Mas, como dito acima, está tudo bem e acredito que agora é a hora de apoiar e não de criticar.

Agora é hora de superar isso, se preparar ainda mais para a semifinal da Sul-Americana e crescer. Precisamos que você dê a volta por cima bem rapidinho. Precisamos do Gigante! O Gigante que estamos acostumados a ver nessa decisão tão importante (e inédita) para o Corinthians.

Estamos juntos, Cássio!

Veja mais em: Cássio.

Coluna da Mayara Munhoz

Por Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Acompanha tudo que acontece no Corinthians, 24 horas por dia, há mais de dois anos e meio. Escreve mais com o coração do que com a razão.

O que você achou do post da Mayara Munhoz?