Alguns números e motivos pelos quais o Corinthians deve sim contratar Drogba

Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Vive Corinthians 24 horas por dia.

ver detalhes

Alguns números e motivos pelos quais o Corinthians deve sim contratar Drogba

Coluna da Mayara Munhoz

Opinião de Mayara Munhoz

219 mil visualizações 411 comentários Comunicar erro

Alguns números e motivos pelos quais o Corinthians deve sim contratar Drogba

Drogba seria a notícia que a Fiel merece neste começo de ano

Foto: Divulgação

O grande assunto desta quinta-feira no Corinthians foi a possível contratação de Didier Drogba. O craque, ídolo do Chelsea, e com um currículo invejável entrou nos planos do Timão e, por incrível que pareça, se tornou algo mais real que a possibilidade de ter Jadson de volta.

A informação, porém, dividiu os departamentos do clube. O futebol é totalmente contra, a comissão técnica diz que Drogba está velho. O diretor de futebol Flávio Adauto, inclusive, deu declarações indignados por essa notícia "frustar a Fiel". O marketing é totalmente a favor.

Agora, te pergunto, porque não trazer Didier Drogba?

Ele está velho, ok. 38 anos de idade e 22 de futebol. Já está mesmo no último estágio da carreira. Mas vamos usar um exemplo recente do futebol brasileiro aqui. Clarence Seedorf chegou no Botafogo em junho de 2012 com 36 anos de idade. Não me lembro de um torcedor botafoguense que não seja fã do futebol que apresentou aqui.

Idade por idade, o meia Danilo, que foi a grande esperança de gols do Corinthians em boa parte de 2016 jogando improvisado de centroavante, tem 37 anos.

Esquecendo quantos anos Drogba tem, vamos falar de seus números mais recentes. Em 2015, quando chegou ao Impact de Montréal marcou 11 gols em 11 jogos. Na temporada seguinte, sofreu com uma lesão na lombar, e atuou em 22 jogos dos 34 de sua equipe na temporada. Nos jogos que esteve em campo, marcou dez vezes.

Em todo o ano de 2016, apenas Romero marcou mais gols que o marfinense no Corinthians. O paraguaio, porém, marcou 15 tentos em 56 jogos no ano - uma média de 0,26 gol por partida. Rodriguinho também marcou dez gols, mas em 52 partidas disputadas - média de 0,19.

Drogba, com 38 anos de idade, com uma lesão séria no meio da temporada, acumulou uma média de 0,45 gols por jogo em 2016. Se somados o um ano e meio que jogou pelo time canadense a média é ainda maior: 0,63 gols por partida.

Podemos, então, falar da parte financeira. Um jogador com a carreira de Drogba vai custar mais caro do que os cofres alvinegros podem pagar. Não, não mesmo. O jogador pediu um salário de 140 mil dólares, que dá pouco mais de 400 mil reais na cotação atual. Apesar de não divulgar os salários dos jogadores, o Corinthians paga mais que isso a Cristian, volante que não consegue se firmar na equipe titular há dois anos. Pagava 500 mil para Elias, que deixou o clube com a torcida distribuindo críticas ao seu futebol. Guilherme, que também não fez um bom ano, ganha pouco menos que esse valor. Drogba não fica tão caro se pensando assim, né? Além disso, vale destacar aqui que o jogador pediu para diminuir seu salário fixo e aumentar o bônus por jogo que ele for titular, demonstrando vontade de vir para o clube e um pagamento mais justo pelo futebol que apresentar em campo.

Por fim, um ponto que acho que tem que ser o mais importante a se pensar que é o marketing. Claro que não se compara a chegada de Ronaldo em 2009, mas os olhos do mundo estarão voltados para o Corinthians. Drogba é um dos grandes craques do futebol mundial. Já ganhou Premier League, Liga dos Campeões, foi eleito o maior goleador do século XXI em 2012 e outras coisas mais.

Drogba pode trazer os bons tempos de volta ao marketing alvinegro. Nas últimas temporadas, o departamento não conseguiu grandes contratos, e acumulou casos duvidosos, como a Klar, empresa de produtos de limpeza, que foi anunciada, mas não chegou a estrear como patrocinadora. Somente neste início de ano, viu a Special Dog não renovar o contrato e está prestes a perder o acordo com a Tim.

Quer mais motivos? Drogba é especialista em cobranças de falta, mesmo atuando mais como centroavante. Uma peça que o Corinthians sentiu - e muito! - a ausência em 2016. Já faz quase UM ANO E MEIO que não marcamos um gol de falta. Drogba é bom em jogadas aéreas e marcou muitos gols por sua força e impulsão - algo que também deixou a desejar no Timão na última temporada.

Por fim, não vejo motivos para o departamento de futebol ser tão contrário a essa negociação. Ainda mais se tratando de um departamento que contratou Paulo Roberto.

Para finalizar, pensando em algo que, para mim, vale muito: a torcida corinthiana ficaria muito feliz com essa notícia, né? E se tem uma coisa que estamos precisando depois de 2016 e desse início de ano, é uma notícia desse tipo.

Vem, Drogba!

Veja mais em: Mercado da bola e Drogba.

Coluna da Mayara Munhoz

Por Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Acompanha tudo que acontece no Corinthians, 24 horas por dia, há mais de dois anos e meio. Escreve mais com o coração do que com a razão.

O que você achou do post da Mayara Munhoz?