Seria um bom nome para um novo ciclo?

Pedro Assis

Estagiário de mídias sociais no Meu Timão. Corinthiano desde que se entende por gente, seguiu o caminho da comunicação na faculdade. Vive de Corinthians, até porque não sabe viver sem…

ver detalhes

Seria um bom nome para um novo ciclo?

Coluna do Pedro Assis

Opinião de Pedro Assis

21 mil visualizações 171 comentários Comunicar erro

Seria um bom nome para um novo ciclo?

Quem sabe Syvinho não possa ser o sucessor de Fábio Carille?

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Quero começar este texto dizendo que não sou a favor da demissão da Fábio Carille. Apesar do péssimo futebol apresentado pelo Corinthians ao longo desta temporada, acho que o atual comandante corinthiano ainda tem margem para evoluir e pode demonstrar melhoras se seguir para o ano que vem. No entanto, também não acho que seria um absurdo tentar um novo projeto, com outro treinador.

Como já escrevi aqui antes, sou muito grato a este estilo de jogo que se enraizou no clube. O inegável sucesso atingido através do tal ‘DNA Corinthiano’ é algo que estará marcado para sempre nos corações alvinegros. Mas nada é para sempre. E hoje, depois de dez anos do início dessa era que se perpetua no Timão até hoje, talvez seja a hora de uma transformação. E o primeiro passo, pode ser a contratação de um novo técnico.

Como a troca de treinador vem sendo um assunto muito debatido na Fiel Torcida, muitos nomes vieram à tona. Roger Machado, Tiago Nunes, Abel Braga e até mesmo alguns gringos tiveram seus nomes citados, mas recentemente um nome específico me chamou atenção: Sylvinho. Récem demitido do Lyon, o ex-lateral está no início da carreira e livre no mercado.

A princípio, o que mais me atraiu nessa sugestão foi o fato do treinador conhecer o Corinthians. Digo conhecer, me referindo ao fato de Sylvinho estar acostumado ao ambiente do CT Joaquim Grava, por já ter trabalhado no clube por três anos. Independente do estilo mais ofensivo ou defensivo, isso para mim é um fator de destaque para um novo comandante.

Além de ambientado, Sylvinho é um cara que bebeu da fonte mais vitoriosa do Timão. Por ter trabalhado no clube e na seleção Brasileira sob o comando de Tite, o iniciante com certeza deve ter aprendido muito com o Mestre. No entanto, com cursos e estágios na Europa e uma curta passagem no Lyon, existem também outras referências na formação do treinador.

Enfim, acho que se for para a mudar, o momento é o fim desta temporada. Se permanecermos com Carille, que ele busque evolução e faça parte do planejamento. Caso contrário, talvez Sylvinho possa dar início a uma nova fase no Coringão. E vocês, o que acham?

Veja mais em: Fábio Carille.

Coluna do Pedro Assis

Por Pedro Assis

Estagiário de mídias sociais no Meu Timão. Corinthiano desde que se entende por gente, seguiu o caminho da comunicação na faculdade. Vive de Corinthians, até porque não sabe viver sem…

O que você achou do post do Pedro Assis?