Corinthiano grita mais?

Teleco

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

ver detalhes

Corinthiano grita mais?

Coluna do Teleco 1910

Opinião de Teleco

20 mil visualizações 67 comentários Comunicar erro

Corinthiano grita mais?

Corinthians? Incomparável.

Foto: Agência Corinthians

Em jogos fora a impressão é que a torcida do Corinthians cala a torcida local em muitos momentos. Isso realmente acontece?

As rádios paulistas, quando jogam fora, procuram deixar o microfone perto da torcida visitante, mas muitas vezes é "aonde dá". Ou então, o som ambiente é captado diretamente da rádio local. Em clássicos os microfones costumam ficar no meio campo.

No caso das televisões, é comum terem microfones para as duas torcidas, visitante e local. A escolha de qual canto é mais privilegiado é do engenheiro de som, que normalmente acompanha o time que ataca. Dá para notar bem o momento que trocam a origem do som nestes casos, mas especialmente na Bandeirantes se ouve mais o som ambiente que o direcionado. Achar que as emissoras favorecem time A ou B no som.... aí é teoria da conspiração.

A gente sabe que tem microfone na torcida adversária, parceiro. Nem precisa avisar.

(Corinthians contra Atlético e SPFC no topo e Atlético como visitante no clássico local)

Um bom termômetro é se são ouvidas vaias da torcida local após gritos: se acontecem, pode apostar que a torcida visitante está a toda.

Como dois mil fazem mais barulho que cinquenta mil?

Começando com o óbvio: torcidas uniformizadas fazem muito mais barulho que o torcedor comum.

O torcedor comum acompanha mais o desempenho dentro de campo - atacou, faz barulho, está apanhando, fica quieto ou apupa. Aí entra um diferencial da torcida do Corinthians, mais notável nos últimos anos: a torcida apóia o time o tempo todo. A organizada canta os noventa minutos, e os demais apóiam ou eventualmente ficam em silêncio, mas nunca vaiam.

Falando de exemplos: no 3x0 contra o Flamengo no Maracanã, além de muitos torcedores visitantes, tinha muita torcida corinthiana nos setores mistos: só deu Corinthians. No jogo do Allianz Parque, muitas vezes a organizada do Rivale se calou e as organizadas do Corinthians tomaram conta do estádio facilmente - e podemos falar bastante coisa do Rivale, mas não que tem uma torcida omissa. Já contra o SPFC...

O troco é difícil de ser dado, porque por característica a torcida corinthiana segura as pontas quando o time está mal. Lógico que o time precisa se esforçar um pouco, mas muitas vezes a torcida leva o time (acho até que a torcida apóia mais quando o time está atrás no placar do que na frente).

Aqui é com uma rádio local.

A torcida que o Corinthians leva como visitante é composta de 90% de torcedores uniformizados. E o troco, vem na volta? É muito mais difícil. A torcida do Corinthians é mais participativa e leva mais gente nos jogos fora, desde que o estádio comporte.

A tabela abaixo mostra o número de visitantes em jogos do Brasileiro 2015, em casa e fora.

Corinthianos Adversários
SPFC 1.384 799
Palmeiras 1.579 705
Santos 824 1.798
Flamengo 3.551 1.713
Vasco 2.000 423
Atlético 1.717 955
Internacional 1.015 705

Então é o seguinte: se você é rival, aceita que dói menos: a torcida corinthiana faz mais barulho mesmo.

Com a valiosa contribuição de Marco Bello e Sérgio Botarelli para saber mais sobre o posicionamentos dos microfones e comportamento da torcida fora de casa visto das cabines.

Ouça-me no Podcastimão e me xingue no Twitter. Vai Corinthians!

Coluna do Teleco 1910

Por Teleco 1910

@Teleco1910 é um torcedor comum que gosta de conversar sobre o Corinthians. Ele não conseguirá responder aos comentários aqui, mas está sempre cornetando em 140 caracteres no Twitter.

O que você achou do post do Teleco?