A insistência no defensivismo ineficaz

Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

ver detalhes

A insistência no defensivismo ineficaz

Coluna do Walter Falceta

Opinião de Walter Falceta

3.9 mil visualizações 147 comentários Comunicar erro

A insistência no defensivismo ineficaz

Intensidade ofensiva: só depois de tomar o gol

Foto: Reprodução Premiere

1) Primeiramente, cabe dizer que falta ação nos bastidores. Diante do Brasil inteiro, o apitador malandro terminou a partida no desenrolar de um lance fundamental para determinar o placar final da partida.

2) Como ocorreu nas partidas contra o Atlético MG e o Internacional, o time mosqueteiro defendeu, defendeu, defendeu e, no fim, sofreu um tento que lhe valeu a derrota.

3) Sem dúvida, é preciso honrar o padrão que vigora desde 2008 no Corinthians, com defesa segura e prudência na ação ofensiva. No entanto, é necessário que se tenha uma calibrada opção de contra-ataque. Não se vê essa característica na atual esquadra alvinegra. Com Loss, aliás, a média de gols é de 0,5 por partida.

4) Em jogo recentes, o Corinthians perdeu também a compactação das linhas. Reveja os dez minutos finais da peleja contra o Flamengo. O dono da casa domina todos os rebotes entre a grande área de Walter e o círculo central.

5) Cabe a pergunta: por que sacar Pedrinho do time, se era ele a única opção dinâmica de saída de bola?

6) O fundamento do passe merece treino de correção. Depois do meio de campo, a bola parece queimar nos pés dos corinthianos. O adversário não precisa de muito esforço para retomá-la.

7) Rodriguinho, em especial, abasteceu com competência a equipe rubronegra, errando passes ou sofrendo desarmes.

8) O bom goleiro Walter precisa recuperar a boa forma, especialmente no que tange à colocação. A bola que sobrou para Vizeu deveria ter sido enviada à linha de fundo, em concessão de escanteio.

9) Convém que o Corinthians contrate urgentemente um lateral direito de ofício. A improvisação está queimando o jovem Mantuan.

10) Esse é um Corinthians que perde muito e que parece estar se acostumando com resultados adversos. Sinal amarelo aceso.

Coluna do Walter Falceta

Por Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

O que você achou do post do Walter Falceta?