O padrão 1 a 1

Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

ver detalhes

O padrão 1 a 1

Coluna do Walter Falceta

Opinião de Walter Falceta

1.9 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

O padrão 1 a 1

Jô: no segundo tempo, artilheiro parou na marcação da Chape

Foto: Agência Corinthians

Sim, a esquadra alvinegra ainda tem crédito. Depois de caracterizada como quarta força do futebol paulista, venceu todos os três grandes rivais e, em reprise da final de 1977, bateu a Ponte Preta, levantando nosso caneco 28.

É preciso notar, no entanto, a construção de um padrão preocupante. É o quarto jogo seguido em Itaquera que se conclui com o placar de 1 a 1.

Em todos eles, saímos na frente e cedemos o empate. Foi assim, hoje, contra a Chape, como também contra Ponte Preta, São Paulo e Internacional.

No caso do embate contra o time gaúcho, a igualdade no placar forçou uma decisão nos tiros livres da marca penal, disputa na qual acabamos derrotados.

Mas esse roteiro já tinha sido visto antes. Pelo Paulista, o Corinthians vencia o Red Bull até os acréscimos, quando Guilherme Lazaroni decretou o empate visitante.

Antes, na Copa do Brasil, também depois de abrir o placar, concedemos o 1 a 1 à modesta equipe da Luverdense.

Neste ano, o Corinthians fez 14 jogos em Itaquera. Empatou em 1 a 1 em seis oportunidades, ou seja, em 42% das partidas disputadas.

Ainda que tenha uma defesa sólida, a equipe de Carille costuma desafiar a sorte após o primeiro tento marcado.

O 4-1-4-1 padrão, em linha de 30 metros, privilegia, desde o início, a postura precavida. Os gols surgem, frequentemente, de contra-ataques rápidos, em momentos em que o adversário tem maior posse de bola.

A retração tende a ocorrer após a vantagem no placar, e não raro a composição se torna um 4-5-1 compacto. Com os laterais retraídos, mais Arana que Fagner, segue-se o bombardeio adversário, principalmente a partir de jogadas pelas pontas.

Para que se estabeleça a igualdade adversária, conta a ainda flagrante quantidade de passes e lançamentos errados. Dessas imprecisões, os adversários têm se aproveitado rotineiramente.

Neste jogo contra a Chape, o Timão manteve seu padrão alto de passes errados: 58 contra 42 dos catarinenses.

O campeonato é longo e o hepta ainda é um sonho realizável. Não se pode, porém, desprezar o fator casa. Tropeços como este farão repetir-se o sofrimento de 2016, quando nem mesmo obtivemos uma vaga na Libertadores.

O padrão do 1 a 1 em casa não é mera curiosidade estatística. É reflexo da postura dos atletas e da armação tática do time. Aprimoramento é preciso.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Coluna do Walter Falceta

Por Walter Falceta

Walter Falceta Jr. é paulistano, jornalista, neto de Michelle Antonio Falcetta, pintor e músico do Bom Retiro que aderiu ao Time do Povo em 1910. É membro do Núcleo de Estudos do Corinthians (NECO).

O que você achou do post do Walter Falceta?

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Vagner

    Ranking: 7º

    Vagner 30024 comentários

    por @vagner.silva13

    O time precisa melhorar as finalizações e a forma que arma os contra ataques, teve um mesmo que poderia matar o jogo, e erraram

  • Foto do perfil de John

    Ranking: 8934º

    John 99 comentários

    por @john.lennon.de.lima1

    Destes todos 1x1 jogamos na base do contra-ataque que diga-se de passagem é muito errado! Estamos jogando em casa devemos sempre ter marcação adiantada pressionando em cima do adversário.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de sergio

    Ranking: 4974º

    Sergio 229 comentários

    48º. por @titemania

    O Corinthians perde muitas chances de matar a partida, prova foram os jogos contra o Inter e agora contra o São Paulo domingo, coisa que não conteceu no Rio contra o Vasco fez o gol na hora certa e deu mole para o azar, tem que fazer quando surge a chance, chega de perder gols feitos como à pouco tempo atráz cansamos de fazer!

  • Foto do perfil de Ciro

    Ranking: 3º

    Ciro 39344 comentários

    47º. por @ciro.hey

    Aprimoramento é tudo que vem acontecendo desde que Carille assumiu.
    Do time que vi no começo do paulista para o final evoluiu muito,
    Hoje temos triangulações e um meio campo que cria..
    Problema é que hoje fazemos isso bem só com time completo.. E ainda não está tão afinado! Mas esse time tem potencial..
    Temos ótimos laterais que sabem atacar, um volante de contenção que encontra alternativas nos passes mesmo muitos não vendo essa qualidade nele..
    Um Maycon que sabe aparecer na frente..
    Um Rodriguinho jogando o fino da bola..
    Um Jadson com muito potencial para melhorar..
    Um Romero participativo na defesa e no ataque..
    Um Jô que vem melhorando e pegando mais ritmo jogo a jogo..
    Uma zaga que além de sólida, aparece bem em bolas aéreas..
    E um grande goleiro encontrando uma ótima fase..
    Faltam alternativas no banco para mudar o jogo, e os garotos que temos terem sequência e oportunidade!
    Alguns reforços como o próprio Clayson chegarem..

    Mas sim, aprimoramento vem vindo jogo a jogo..

  • Foto do perfil de Wagner

    Ranking: 707º

    Wagner 1468 comentários

    46º. por @wagner.roque.viegas

    Concordo. O problema que o Corinthians ataca com poucos jogadores. Na verdade não existe problemas de erros de passe somente. Por termos poucos jogadores na frente, os passes são sempre mais difíceis. Precisam ser milimétrico ou que tenha uma jogada individual. Não pegamos um rebote, não recuperamos a bola no campo de ataque. Ai precisamos construir jogada desde a zaga. Sem a ultrapassagem de volantes e laterais, fica difícil. Fora de casa, funciona porque temos mais espaços.

  • Foto do perfil de Mazz

    Ranking: 1841º

    Mazz 678 comentários

    45º. por @gilmarjs

    O time tem jogado bem, mas sempre desperdiça a chance de matar o jogo.

  • Foto do perfil de Frede

    Ranking: 1129º

    Frede 1031 comentários

    44º. por @frede.alves

    Ou se fala de um jogo ou se fala de todos...nao há padrão nenhum em todos os empates, a não ser o placar. No jogo da chape, não tínhamos nem 10 passes errados no primeiro tempo, o que não se viu em outros jogos. Como o time morreu no segundo tempo, e tinha que forçar o jogo, os passes quase que quintuplicaram...no da ponte, o gol saiu já no finalzinho de bola parada, que não tem nada a ver com recuar ou não, o mesmo acontecendo com o gol do inter. O gol do São Paulo, ao contrário, fomos pegos no contraataque a partir de uma perda de bola do moises. E o mesmo aconteceu contra o red bull. Ou seja, em nenhum deles, estávamos postados lá atrás. Talvez isso sim seja algo a ser corrigido. Estamos dando muito campo quando botamos 1 a zero, talvez pela impaciencia do publico, pelo medo do técnico de ser criticado porque recuou demais...

  • Foto do perfil de ETERNO6X1

    Ranking: 575º

    Eterno6x1 1734 comentários

    43º. por @maiorino

    Na minha opinião o problema não é o esquema tático, pois esquema nenhum funciona com tantos erros de passes. Toda hora devolvendo a bola para o adversário, acaba saindo gol.

  • Foto do perfil de Ramon

    Ranking: 17º

    Ramon 22771 comentários

    42º. por @ramon.felipe1

    Precisa propor mais o jogo em casa.

  • Foto do perfil de Marcelo

    Ranking: 62º

    Marcelo 7932 comentários

    41º. por @marcelo1978

    Aprimoramento é uma palavra boa para o que está ocorrendo. Antes de sofrermos o gol, o Timão teve um contra-ataque, em que partiu em bloco.

    A bola espirrou e "pingou" na frente de um jogador (Maycon ou Gabriel, não me lembro bem), mas a afobação matou a jogada. Ao invés de dominar a bola e rolar para quem abria pela esquerda (Jadson), o jogador tentou fazer o passe com a cabeça, errou e matou uma jogada incrível.

    Não dá para perder uma chance dessas. Precisa aprimorar os passes e tabelas para furar o bloqueio adversário.

  • Foto do perfil de Leco

    Ranking: 217º

    Leco 3403 comentários

    40º. por @leco.da.silva

    O Corinthians mesmo cria sua divergências con esses tópico, aí vai pra mídia e tds ficam bravos porque a mídia ficará chamando o time de empate ou só ganha de 1 a 0, podem reparar, tds as críticas ao Corinthians sai do próprio Corinthians

  • Foto do perfil de Lucas

    Ranking: 8351º

    Lucas 111 comentários

    39º. por @lucas.matheus.de.oli

    Romero errou novamente, tecnicamente muito fraco mas taticamente ótimo