Vazamento impreciso

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Alvaro @punto em 04/11/2016 às 16:11

Como arquiteto lamento a forma leviana pela qual a imprensa esportiva tem tratado o caso da Arena Corinthians.

Não é de hoje, por exemplo, que a Folha de SP vem tentando encontrar “pelo em ovo” com o jornalista (?) Ricardo Perrone tirando fotos de detalhes da Arena como pisos mal instalados, azulejos tortos, rachaduras, vazamentos, etc... E agora, aparentemente alimentado por fontes internas, o Juca Kfouri. Como se sabe se tratam de defeitos (lamentavelmente) corriqueiros na construção civil, advindos de uma péssima qualidade geral das obras em nosso país, muitas vezes justificada por uma mão de obra desqualificada ou sem formação que faz o exército de trabalho desta indústria. Veja o caso do pedaço de forro que desabou no Bloco Oeste (conforme vídeo) em um dia sem uso e que segundo o afã da impressa esportiva deveria comprometer inequivocadamente o uso do estádio.

Como arquiteto pouco arriscaria a fazer considerações táticas e técnicas sobre o desempenho de um time de futebol sem antes ler o que os comentaristas falam, mas vejo que os jornalistas não buscam – ao mínimo- uma consulta especializada antes de fazer uma matéria imprecisa como foram feitas e cujo conteúdo é reproduzido e ampliado pela imprensa esportiva geral (e formadora de opinião).

É um completo exagero afirmar que o referido vazamento de água detectado (Onde exatamente? Quando exatamente? Quanto exatamente?) de aparentemente 20 milhões de litros (aproximadamente 8 piscinas olímpicas ou 20 mil m3) ao longo de 5 meses (uma vazão de 6000 litros por hora) poderia causar um “deslizamento similar ao de Mariana” (onde foram mais de 50 milhões de m3 de lama! Lama e água tem densidades completamente diferentes...) e fazer com que o estacionamento deslize até a Radial.

Normalmente um vazamento como este não ocorre de forma abrupta, mas paulatina até ser descoberto. Normalmente como se sabe a água é absorvida pelo solo (de acordo com sua constituição). Não existe (aparentemente, pois matéria é vaga e difusa) 8 piscinas olímpicas retidas como uma barragem esperando o momento certo de atacar a todos nós incautos...Vale lembrar que somente em SP temos anualmente de vazamento o correspondente a 60% do sistema da Guarapiranga, ou seja 600 bilhões de litros (segundo dados da SABESP), ou seja, 60 mil vezes o dito vazamento corintiano. Nem por isso temos eventos similares ao de Mariana na cidade de SP.

Não existe risco, como afirmado em programas esportivos que seguiram a matéria, risco de desabamento do estádio por comprometimento das fundações do estádio. Isto já é sensacionalismo! Fundações são estruturas profundas e buscam o solo seguro. No caso da Arena Corinthians foram utilizadas estacas pré-moldadas de concreto que devem estar na profundidade determinada pela sondagem. O estádio não está apoiado sobre uma camada superficial do terreno onde se encontra e tampouco afetado pelo vazamento que parece ser no estacionamento...Mas os jornalistas mais precipitados, desinformado e/ou em busca de ibope já estão anunciando a tragédia que espero não ocorra nunca!

Em relação as placas de revestimento que se soltam isso é sério, não é bom e representa realmente alto risco (mil vezes mais que a água) e não pode se repetir, mas infelizmente, como foi dito acima, é corriqueiro na construção civil brasileira.

A empresa construtora é normalmente responsável por uma garantia contratual onde tem que reparar todos os equívocos e erros ocorridos na construção. Como arquiteto reafirmo que, infelizmente se tratam de eventos perfeitamente comuns na construção civil. Façamos a seguinte comparação: ao construirmos uma casa de 300 m2 encontraremos inúmeros problemas nos anos subsequentes a sua construção. O Ricardo Perrone ficaria tonto de tanta foto que ele tiraria de trincas, pastilhas soltas, vazamentos no teto, problemas estruturais (deformações), etc... Imagina em uma obra 600 vezes maior como a Arena com seus quase 190.000 m2.

Aliás neste ponto a mídia esportiva também sempre compara o incomparável: como um estádio custou “apenas” 630 milhões (Palmeiras) e outro, 1.200 milhões (Corinthians). Ora um tem 93 mil metros quadrados, e o outro, 189 mil metros quadrados. O que perfaz custos por metros quadrado muito similares: 6.774 mil (Palmeiras) e 6.345 mil (Corinthians), sendo que o segundo tem ar condicionado na área de circulação do público enquanto o primeiro se anda sob as arquibancadas como no inacabado Morumbi...Ou seja o metro quadrado do “Palácio de Mármore” não custou mais caro que a casa de concreto e bloco do Palmeiras.

Finalmente a ilação entre a construtora e a investigação em curso na justiça do Paraná, colocando sob dúvida tudo o que já foi construído por esta empresa e que é objeto de uso de milhões de pessoas neste pais. A referida construtora constrói Metrôs, Rodovias, Ferrovias, Portos, Aeroportos, Equipamentos marítimos, Escolas, Centros administrativos, Centros de exposições e convenções, Habitações populares, Projetos no setor de energético. Construiu a Arena Corinthians, o Maracanã e a de Pernambuco (as duas últimas são PPPs, tão defendidos por todos atualmente). O que está sendo investigado compromete todos os clientes de forma imediata? São todos corruptos e estão comprometido com o sistema corrupto que viceja neste país desde que é país? Ou não vivemos num país que existe faz 200 anos apenas, mas que há 500 anos serve para enriquecer as elites? As portuguesas e depois as nossas próprias, que desfrutam desta riqueza em outros países (aqueles centrais) em sucessivos governos que servem única e exclusivamente para fomentar o capitalismo em nosso país, em detrimento das questões sociais.

Sinto, portanto, um certo sensacionalismo, uma falta de embasamento técnico e informações mais precisas, justamente de quem forma a opinião pública! Já está no ar o veredito final: o estádio que foi um “presente” (mas que custará mais de um bilhão ao clube), foi feito com o dinheiro público, feito por corruptores para corruptos, mas foi mal feito, coloca em risco a vida das pessoas, e deve ser agora interditado...E infeliz da torcida corintiana, somente ela...
Fundamental que seja tudo averiguado e publicizado. Para o bem e para o mal!
Vivemos em um pais onde recentemente simples indícios representam condenações, sem o direito a justiça, a fogueira da inquisição contemporânea e o linchamento público. Lamento que no afã de causar sensação a imprensa esportiva, dita séria, esteja inconsequentemente fazendo o mesmo.

2.310 visualizações e 52 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Celso Jadiel #65 @celso.1.primeiro em 04/11/2016 às 21:55

Como venho dizendo, querem criar carnaval por conta de desgastes naturais que vão acontecer na arena e que acontecem em qualquer obra

#ProcessaCorinthias estes antis, que acusam sem provas

Luis Coryell #2.122 @coryell em 04/11/2016 às 21:34

Sensacional, Alvaro!

Um dos melhores textos e tópicos que eu li aqui no site!

Essa perseguição da mídia em relação ao Corinthians, é por demais notória e evidente.

Algum sociólogo de plantão se aventura a analisar os porquês disso?

Últimas respostas

Hamilton Rossanezi #1.521 @timaohamilton em 05/11/2016 às 22:22

Ótimo e esclarecedor Tópico.
#processacorinthians

Publicidade

Avelino Manuel Gomez Balboa #540 @avelinogb em 05/11/2016 às 21:54

Faltou o CQD

Para quem não sabe o significado: Como Queríamos Demostrar

Perfeito.

Jose Rosa Filho #1.755 @sempre.alerta em 05/11/2016 às 16:51

Nossa imprensa esportiva nem de futebol entende, que dirá de construção civìl.

Basta assistir ou ouvir programas esportivos: festival de baboseiras.

Thiago Rodrigues #507 @thiagunner em 05/11/2016 às 16:19

Ele falou em desgastes naturais... Não sei se é desgaste natural ficar caindo tantas peças em tão pouco tempo... Esta mais para serviço mal feito... Ou feito as pressas... Acho que devíamos encarar como tal e correr atrás de providências urgentes. Pois mesmo se considerarmas corriqueiro é fato que existem sérios riscos de uma tragédia... Vamos esquecer um pouco os exageros a mídia e pensar no que podemos fazer, por nós.

Claudio #704 @claudio.marquesfiel em 05/11/2016 às 13:34

" "

O cara não falou que é netural. Ele disse que, infelizmente, é corriqueiro.

Vera Lucia Ciolac Schroeder #66 @veraciolac em 05/11/2016 às 15:57

Muito bom, essa matéria deveria ser divulgada em todas as redes de televisão para calar a boca dos Antis! Você deveria publicar também em outros sites.

Claudio Marques #704 @claudio.marquesfiel em 05/11/2016 às 13:35

Sinal dos tempos! Um torcedor faz um tópico com essa qualidade e os jornalistas porcos fazem porcarias!

Claudio Marques #704 @claudio.marquesfiel em 05/11/2016 às 13:34

O cara não falou que é netural. Ele disse que, infelizmente, é corriqueiro.

Thiago #507 @thiagunner em 05/11/2016 às 12:33

" "

Peças se soltando não é natural... É um risco enorme.

Herivaldo Camargo #1.129 @herivaldo em 05/11/2016 às 13:07

Show!

Marcos Gomes #89 @marcaotimao em 05/11/2016 às 12:56

Negócio é socar o Perrone quando ver ele na Arena, lá tem que ser um caldeirão para os adversários e para a imprensa também!

Adriano Moraes #1.718 @drifus em 05/11/2016 às 12:43

Parabéns pelo tópico, muito bem argumentado, agora o problema desses ataques da imprensa é porque nossa diretoria é incompetente e deve ter o rabo preso com muito desses jornalecos, porque nosso presidente banana não cobra responsabilidade da imprensa, porque não abre processos contra quem difama o clube, porque não proíbe os nossos jogadores de participar em seus programas, não temos presidente para isso, apenas para se beneficiar do clube, se é que me entende. Outra coisa, gostaria de saber o motivo desse sujeito que negativou esse tópico, qual é a opinião dele, ele concorda com o que a imprensa faz com o clube? Ele é corintiano mesmo?