Mudança na base: será essa uma razão do rompimento entre Andrade e Sánchez?

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Cláudio #5.873 @claudio.goncalves.co em 07/03/2017 às 13:53

Se for mesmo verdade o que apareceu na fala de Dyego Coelho, novo técnico do sub-20, talvez tenhamos uma explicação (não a única, necessariamente) para o rompimento entre Roberto de Andrade e Andrés Sanchez. Diz o novo técnico que não há mais empresário 'enchendo o saco' na base. Tomara!

Nos últimos anos, aliás, muitos anos, a base foi fonte da revelação de muitos jogadores pouco aproveitados pelo clube, mas muito lucrativos para seus empresários. Enquanto o Corinthians faturou apenas R$ 15 milhões com suas revelações, o Santos arrecadou dez vezes mais: R$ 153 milhões e o São Paulo, cinco vezes mais: R$ 80 milhões.

Como o grupo de Sanchez (ele próprio, seu dirigente no passado recente) controlava a base, é de se desconfiar que alguém nele tivesse interesse nas transações feitas com os jogadores. Os negócios de Fernando Garcia com o Clube, comprando baratinho partes de jogadores para dar fluxo de caixa ao time, são exemplo disso.

Cortar esse manancial, portanto, pode ferir muitos interesses. Talvez esteja aí uma razão importante para o rompimento entre os dois grupos e mesmo para a articulação do impeachment do atual presidente.

Não se trata aqui de elogiar a gestão de Andrade como um todo (ela tem muitos problemas), mas de reconhecer que nisto, aparentemente, ele tem feito algo correto. E custoso politicamente.

1.424 visualizações e 37 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhor resposta

Thiago Jorge #500 @thiagojorge em 07/03/2017 às 16:31

Na verdade não tem rompimento algum.

É técnica de quadrilha isso aí.

Já tinha sido usada com o Gobi.

Os parceiros de crime 'brigam', formam uma 'oposição FAKE' (que de oposição não tem nada), e com isso formam mais um grupo de candidatos criados com o objetivo de enfraquecer a verdadeira oposição (Citadini e cia) - se é que existe uma -, dobrando assim as suas chances de perpetuação no poder.

Ou seja, você vota na tal oposição FAKE (Andrés, Negão, e cambada) acreditando estar votando contra a situação (Banana), mas na verdade estará elegendo pessoas da mesmíssima turma.

Não se enganem. Esses caras criaram a OMNI (empresa fantasma) para LESAR METADE da receita de bilheteria do clube, e se tiverem a oportunidade ainda vão tirar muito mais do Corinthians.

Não tem briga. Isso é golpe.

Abraços!

Últimas respostas

Jack Tadeu Bahde #129 @tadeu54 em 08/03/2017 às 06:43

Vamos ao que interessa : Empresários não tem mesmo que ficar rondando a meninada da Base! Só atrapalham!

Publicidade

Ciro Hey #47 @ciro.hey em 08/03/2017 às 04:39

Isso sem dúvida. É o ponto que venho batendo e que esse ano Alessandro fez.. Não tem porque investir em jogador para compor elenco se o Corinthians já investe uma fortuna na base, base não serve apenas de celeiro de craques. Desde que me entendo por gente o Corinthians sempre usou a base para compor elenco e investiu em jogadores no time principal conforme a grana que tinha. 90/94/95/98/99/2000/2001/2005 sempre usamos a base até 2007/2008 mudarem essa configuração.. Claro que tem que ter jogadores aproveitáveis (em 95 por exemplo tínhamos ótimos que viraram titulares como Silvinho, Zé Elias e Marques mas tínhamos péssimos como André Silva e cia). Corinthians já poderia estar fazendo isso desde 2012 quando começaram a surgir bons talentos na base. Para mim esse ano foi uma bola dentro dessa gestão..

RODRIGO #585 @gugalvao em 07/03/2017 às 15:56

" "

Amigo concordo com você, porem os jogadores são bons o que justifica a integração ao elenco profissional, o problema são os jogadores que ele obriga o Corinthians a contratar que na base há garotos que no mínimo são 5x melhores ex Alan Mineiro entre outros...

Robson Gutierrez #421 @robson.gutierrez em 08/03/2017 às 00:41

Eu não acredito nisso, Garcia continua mandando ali, se não pegam os moleques na base (lembram do empresário do Pedrinho denunciando o Garcia?) pegam no profissional (Marciel mudou de empresário, esta com o Garcia agora).

Claudio Ferreira Santos #37 @claudio.ferreira.san em 07/03/2017 às 23:53

Clap clap clap...Faço das suas palavras as minhas!

thiago #500 @thiagojorge em 07/03/2017 às 16:31

" "

Na verdade não tem rompimento algum.

É técnica de quadrilha isso aí.

Já tinha sido usada com o Gobi.

Os parceiros de crime 'brigam', formam uma 'oposição FAKE' (que de oposição não tem nada), e com isso formam mais um grupo de candidatos criados com o objetivo de enfraquecer a verdadeira oposição (Citadini e cia) - se é que existe uma -, dobrando assim as suas chances de perpetuação no poder.

Ou seja, você vota na tal oposição FAKE (Andrés, Negão, e cambada) acreditando estar votando contra a situação (Banana), mas na verdade estará elegendo pessoas da mesmíssima turma.

Não se enganem. Esses caras criaram a OMNI (empresa fantasma) para LESAR METADE da receita de bilheteria do clube, e se tiverem a oportunidade ainda vão tirar muito mais do Corinthians.

Não tem briga. Isso é golpe.

Abraços!

Francisco Jr. Silva #109 @francisco.jr.silva em 07/03/2017 às 23:49

Não tem como eles romperem, são todos iguais pensa em seus bolsos e que se dane o clube.

CrefisÃo NÃo!!! #50 @anderson.kullowisky. em 07/03/2017 às 23:46

Tomara que rompam!

Milton Soares #2.651 @prof.milton em 07/03/2017 às 21:09

Infelizmente mais uma manobra nefasta dessa quadrilha que está alojada na cúpula diretiva do Timão. Cadê a verdadeira oposição?

Everton Batista De Souza #2.166 @everton.coringa em 07/03/2017 às 21:08

Exatamente isso!

Temos um problema serissimo de gestão no Corinthians.

O que acontece no Corinthians e bem parecido com o que aconteceu no governo Lula e agora vem sendo desmascarado pela lava jato muito bem conduzida alias pelo juiz Sergio Moro. E precisamos de uma investigação bem afundo no Corinthians também. O Andrez fez com o Corinthians o que o Lula fez com a Petrobras, pegou ela lá embaixo e colocou ela lá em cima e foi saqueando, pois sairia depois acima de qualquer suspeita.

thiago #500 @thiagojorge em 07/03/2017 às 16:31

" "

Na verdade não tem rompimento algum.

É técnica de quadrilha isso aí.

Já tinha sido usada com o Gobi.

Os parceiros de crime 'brigam', formam uma 'oposição FAKE' (que de oposição não tem nada), e com isso formam mais um grupo de candidatos criados com o objetivo de enfraquecer a verdadeira oposição (Citadini e cia) - se é que existe uma -, dobrando assim as suas chances de perpetuação no poder.

Ou seja, você vota na tal oposição FAKE (Andrés, Negão, e cambada) acreditando estar votando contra a situação (Banana), mas na verdade estará elegendo pessoas da mesmíssima turma.

Não se enganem. Esses caras criaram a OMNI (empresa fantasma) para LESAR METADE da receita de bilheteria do clube, e se tiverem a oportunidade ainda vão tirar muito mais do Corinthians.

Não tem briga. Isso é golpe.

Abraços!

Marcelo Sccp #80 @marcelo1978 em 07/03/2017 às 18:55

Romperam mesmo?

Claudio Rissi #25 @migo.pr em 07/03/2017 às 18:48

Mas quem disse que romperam?