Brasileirão 2017 - Corinthians 2 x 0 Ponte Preta

Brasileirão 2017 - Corinthians 2 x 0 Ponte Preta

https://www.meutimao.com.br/jogo/08-07-2017/brasileirao_2017/corinthians-2-x-0-ponte_preta

02:00

2017-07-08T19:00:00

Corinthians Corinthians 2 x 0 Ponte Preta Ponte Preta

Brasileirão 2017

Sobre a Partida

Cássio volta a pegar pênalti, Corinthians dá novo show e vence Ponte Preta pelo Brasileirão

Ninguém para o Corinthians do técnico Fábio Carille! A Ponte Preta bem que tentou se fechar na defesa, mas acabou despachada na Arena em jogo disputado na noite deste sábado, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão venceu os campineiros por 2 a 0 com gols de Jadson, no último minuto do primeiro tempo, e Jô, no primeiro minuto do segundo.

Com o resultado, o Corinthians saltou para incríveis 32 pontos conquistados em 36 disputados, mantendo a invencibilidade na competição após 12 rodadas disputadas. Ao menos até a tarde deste domingo, o Timão garantiu um aumento da vantagem na ponta de sete para nove pontos em relação ao vice-líder - que agora é o Flamengo e não mais o Grêmio.

Vale destacar que o Corinthians foi escalado neste sábado com um desfalque: o lateral-direito Fagner estava suspenso e assim deu lugar ao jovem Léo Príncipe. Assim, o Timão entrou em campo com: Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson (capitão), Rodriguinho e Ángel Romero; Jô.

Em tempo: o próximo compromisso do Corinthians é o clássico contra o Palmeiras válido pela 13ª rodada do Brasileirão. O Timão visita o arquirrival no Allianz Parque na noite de quarta-feira.

Primeiro tempo

Os 45 minutos iniciais foram marcados por muita estratégia de ambas as equipes. A Ponte Preta se fechou toda e deixou o Corinthians trocar passes no meio de campo. O Timão, por sua vez, mostrou muita paciência para achar raros espaços no sistema defensivo adversário.

E a primeira chance de gol saiu dos pés de um corinthiano... emprestado para a Ponte Preta. Lucca recebeu passe de Fernandinho na entrada da área e, antes que Balbuena pudesse se aproximar, soltou a bomba. A bola passou tirando tinta da trave esquerda de Cássio.

Não demorou para o Corinthians responder. Léo Príncipe esbanjou ginga com a bola nos pés pela direita, se livrou da marcação e cruzou em direção à pequena área. Jô subiu mais alto do que a marcação e ajeitou de cabeça para Romero. O paraguaio arriscou uma bicicleta e mandou a bola pela linha de fundo.

Nova chance de gol do Corinthians surgiria novamente com cruzamento de Léo Príncipe e finalização de Romero. O camisa 2 aproveitou-se da falta de marcação pela direita e levantou bola precisa para o paraguaio, que cabeceou firme e obrigou Aranha a fazer grande defesa.

Foi somente aos 46 minutos, porém, que o Corinthians abriria o placar. Romero fez cruzamento na medida para Jô, que venceu a marcação ponte-pretana pelo alto e obrigou Aranha a fazer incrível defesa. No rebote, Arana apareceu como elemento surpresa e rolou para Jadson. Livre, o camisa 10 do Timão bateu colocado sem chances de defesa para o goleiro, balançando assim as redes em Itaquera.

Segundo tempo

E o intervalo fez bem para o Corinthians! Enganou-se quem temia que os 15 minutos de pausa esfriariam o ímpeto do Timão.

Logo no primeiro minuto de bola rolando na etapa complementar, Jadson fez lançamento lateral pela direita buscando Rodriguinho. O camisa 26 domino, ajeitou e cruzou rasteiro com precisão para Jô. O camisa 7, no melhor estilo centroavante, bateu de primeira para estufar as redes de Aranha, aumentando a vantagem corinthiana no marcador.

Aos 19 minutos, um susto para a Fiel na Arena. Guilherme Arana dividiu lance com Emerson Sheik na pequena área e o árbitro enxergou pênalti do lateral corinthiano. A marcação gerou muita reclamação, tanto que apenas seis minutos depois é que Lucca colocaria a bola na marca da cal para executar a cobrança.

Papo vai, papo vem, no fim das contas quem se deu bem na confusão foi o goleiro Cássio. O camisa 12 do Timão, a exemplo do que já havia acontecido duas semanas atrás na Arena do Grêmio, se esticou todo para defender a cobrança de pênalti, salvando a pátria corinthiana.

Cássio defendeu cobrança de Lucca

Cássio defendeu cobrança de Lucca

Reprodução/TV

Na reta final da partida, o Corinthians passou a administrar com mais tranquilidade a vitória de 2 a 0. O técnico Fábio Carille promoveu as entradas de Kazim, Camacho e Pedrinho nas vagas de Jô, Maycon e Jadson, dando novo gás para o sistema ofensivo corinthiano. No fim das contas, nada que alterasse a ótima exibição do Timão na noite deste sábado! Mais um show em Itaquera!

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 2 x 0 Ponte Preta

  • 1000 caracteres restantes