Copa do Brasil 2017 - Corinthians 1 x 1 Internacional

Copa do Brasil 2017 - Corinthians 1 x 1 Internacional

https://www.meutimao.com.br/jogo/19-04-2017/copa_do_brasil_2017/corinthians-1-x-1-internacional

02:00

2017-04-19T21:45:00

Corinthians Corinthians 1 x 1 Internacional Internacional

Copa do Brasil 2017

Sobre a Partida

Corinthians joga mal, sucumbe na Arena e cai na Copa do Brasil

O Corinthians está fora da briga pelo título da Copa do Brasil 2017. Mesmo depois de voltar do Beira-Rio com 1 a 1 na bagagem, o Timão não foi páreo para o Internacional na noite desta quarta-feira, voltou a empatar pelo mesmo placar no tempo normal e acabou eliminado da competição nos pênaltis, por 4 a 3.

Pelo lado do Internacional, Brenner, Valdívia, Victor Cuesta e Diego converteram suas cobranças; William e Léo Ortiz desperdiçaram. Já pelo Corinthians, Jadson, Jô e Fagner marcaram, enquanto Maycon, Marquinhos Gabriel e Guilherme Arana perderam.

A equipe alvinegra volta a campo no próximo domingo, diante do rival São Paulo, às 16h (de Brasília), na mesma Arena, pela segunda e decisiva semifinal do Campeonato Paulista. O time de Carille poderá até perder por 1 a 0 que ainda assim estará na decisão do torneio estadual.

Corinthians cai na quarta fase da Copa do Brasil

Corinthians cai na quarta fase da Copa do Brasil

Reprodução/TV

PRIMEIRO TEMPO

Reforçado com Jadson e Jô, poupados do empate por 1 a 1 no Beira-Rio, o Corinthians não demorou a mostrar serviço dentro de seus domínios. O lado esquerdo da defesa do Internacional, protegido pelo ex-Timão Uendel, cedia espaços às investidas de Fagner. E foi pelo setor do camisa 23 que a equipe de Fábio Carille encontrou o primeiro gol.

Aos sete minutos da etapa inicial, Fagner arremessou lateral para a grande área. O centroavante Jô, cercado de defensores gaúchos, conseguiu resvalar na bola, toque suficiente para desmontar o esquema de Antônio Carlos Zago: livre na soba, o volante Maycon bateu no canto esquerdo do goleiro Marcelo Lomba e abriu o placar na Arena Corinthians.

Pouco depois, Jô, que havia ido às redes no clássico contra o São Paulo do último fim de semana, teve oportunidade para ampliar o marcador. Em rápido contra-ataque, Rodriguinho deu passe em profundidade para o camisa 7, que avançou em direção à área colorada e finalizou forte, à esquerda de Lomba, mas para fora.

O começo promissor do Corinthians frente a um Internacional afobado e desorganizado taticamente acabou interrompido aos dez minutos. Isso porque torcedores situados no setor Norte do estádio alvinegro, destinado às torcidas organizadas, acenderam sinalizadores, o que obrigou o árbitro carioca Marcelo de Lima Henrique a paralisar a partida por quatro minutos.

Torcedores acenderam sinalizadores em arquibancada da Arena

Torcedores acenderam sinalizadores em arquibancada da Arena

Reprodução/TV

A temperatura dentro das quatro linhas baixou dali em diante. Com o regulamento sob os braços, o Timão de Carille abriu mão da posse de bola e adotou como plano A o contra-ataque pelas beiradas do campo. O objetivo quase foi concluído com sucesso aos 47, quando Fagner tabelou com Rodriguinho, avançou à linha de fundo e cruzou rasteiro. O próprio camisa 26 dominou na entrada da área e, bloqueado pela zaga colorada, optou pelo passe a Romero, à esquerda. O atacante paraguaio, porém, bateu de chapa e viu Lomba fazer grande defesa.

“Temos de continuar jogando como estamos. Temos uma boa vantagem. Nossa equipe começou bem, mas baixamos um pouco. Fui tentar dominar a bola para chutar de esquerda, mas ela deu continuidade e sobrou para o Maycon”, disse Jô antes de seguir para o vestiário.

SEGUNDO TEMPO

O Internacional voltou a campo a fim de furar o sistema defensivo corinthiano e, quem sabe, levar a decisão para as penalidades máximas. Ainda assim, o primeiro a dar as cartas no período complementar foi o Timão.

Aos onze, Ángel Romero, válvula de escape da equipe de Carille, avançou pela esquerda livre de marcação. O atacante dominou com categoria e cruzou na medida para Rodriguinho, artilheiro do Corinthians na Copa do Brasil com dois gols, cabecear para fora. Mais uma chance perdida pelos donos da casa, que, a essa altura, preocupavam a maioria dos 32.352 mil torcedores presentes nas arquibancadas – público, aliás, que rendeu à Arena a quebra da marca de 3 milhões de expectadores.

Com o esquadrão alvinegro já sem o ímpeto ofensivo dos primeiros 45 minutos, Fábio Carille tentou achar a solução no banco de reservas. Sacou Romero e Gabriel para as respectivas entradas de Clayton e Marquinhos Gabriel.

Quis o destino que o primeiro deles, recém-contratado do Atlético-MG, tivesse a classificação do Corinthians nos pés. O atacante, dono da camisa 9, ficou com a sobra na pequena área, mas arrematou por cima da meta de Lomba, que pouco havia trabalhado na segunda etapa.

Clayton ficou cara a cara com Lomba, mas desperdiçou

Clayton ficou cara a cara com Lomba, mas desperdiçou

Reprodução/TV

As exaustivas oportunidades perdidas, somadas à competência do Internacional, levaram a decisão para as cobranças de pênalti. Melhor para os gaúchos, que venceram após o lateral-esquerdo Guilherme Arana arrematar para longe do gol de Lomba. Uma eliminação justa a quem se fechou dentro de seus domínios e fracassou ao matar no peito a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil.

ESCALAÇÕES

Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô

Internacional: Marcelo Lomba, William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Alselmo e Gutiérrez; Nico López, Roberson e Brenner

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 1 x 1 Internacional

  • 1000 caracteres restantes