Venha fazer parte da KTO
x

Corinthians 1 x 5 Bahia - Brasileirão 2023

Brasileirão 2023 - Corinthians 1 x 5 Bahia

Partida de futebol entre Corinthians 1 x 5 Bahia nBrasileirão 2023

https://www.meutimao.com.br/jogo/7657/brasileirao_2023/corinthians-1-x-5-bahia

02:00

2023-11-24T21:00:00

Neo Química Arena

Endereço: Avenida Miguel Ignácio Curi, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 1 X 5 Bahia

Brasileirão 2023
24 de novembro de 2023, 21:00
Corinthians 1 x 5 Bahia
Neo Química Arena, São Paulo, SP.
Duelo 76 de 76 confrontos

Sobre a Partida

Corinthians faz partida apática e sofre derrota humilhante para o Bahia em Itaquera

Na noite desta sexta-feira, o Corinthians entrou em campo para mais um importante compromisso no Campeonato Brasileiro. O Timão sofreu uma derrota humilhante para o Bahia, por 5 a 1, na Neo Química Arena.

O elenco comandado por Mano Menezes fez um primeiro tempo para esquecer. Com uma atuação apática, o Bahia abriu 3 a 0 no placar com menos de 30 minutos. Além disso, o clube nordestino teve um gol anulado. O Timão não deu nenhuma resposta e deixou o gramado sob vaias da Fiel.

Mesmo com o resultado adverso, o Corinthians seguiu errando muito e só balançou as redes com um erro do Bahia. O adversário, porém, respondeu rápido e conseguiu marcar seu quarto gol em Itaquera. Com mais um pênalti cometido por Gil, o Bahia ainda conseguiu chegar ao quinto gol.

Anota aí, Fiel - O Corinthians volta a campo na próxima terça-feira. O Timão vai até o Rio de Janeiro para encarar o Vasco. A bola rola às 21h30, em São Januário, para duelo válido pela 36ª rodada do Brasileirão.

Escalação

Mano Menezes optou por escalar o Corinthians no 3-5-2, com: Cássio; Gil, Lucas Veríssimo e Fábio Santos; Fagner, Maycon, Giuliano, Renato Augusto e Matheus Bidu; Romero e Yuri Alberto.

Escalação

Meu Timão

No banco de reservas, o treinador teve os seguintes jogadores à disposição: Carlos Miguel, Rafael Ramos, Matías Rojas, Giovane, Cantillo, Pedro, Matheus Araújo, Matheus Donelli, Wesley, Felipe Augusto, Gabriel Moscardo e João Pedro.

O Bahia, por sua vez, foi a campo com: Marcos Felipe, Gilberto, Kanu, Vitor Hugo, Luciano Juba, Rezende, Acevedo, Yago Felipe, Thaciano, Cauly e Biel.

O jogo

Primeiro tempo

O Corinthians iniciou a partida encontrando um pouco de dificuldade na construção ofensiva. Desta forma, o Bahia encontrava espaços para tentar puxar contra-ataques. Em um deles, o adversário teve um escanteio a seu favor.

Na cobrança, Luciano Juba colocou a bola na primeira trave e encontrou Rezende sozinho. O jogador cabeceou e a bola foi indefensável para Cássio. Com isso, o Bahia abriu o placar com três minutos disputados.

Depois de sofrer o gol precocemente, o Corinthians saiu em busca do empate. Os jogadores alvinegros contavam com o apoio incondicional da Fiel presente na Neo Química Arena. No primeiro lance, Fagner cruzou buscando Matheus Bidu na segunda trave. O jogador, porém, acabou não alcançando a bola.

Após esta chegada, o Timão seguiu trabalhando a bola com paciência para buscar o gol. A equipe alvinegra, no entanto, não encontrava espaços, muito por conta do esquema tático adotado pelo Bahia, que espelhava o 3-5-2 do time de Mano Menezes.

O adversário, por sua vez, aguardava a iniciativa do Corinthians e apostava em algumas descidas. Aos 15 minutos, uma dessas investidas deu resultado. Thaciano encontrou Cauly na livre na entrada da área. O jogador pedalou para cima de Lucas Veríssimo e arriscou a finalização. O chute foi no ângulo e o Bahia abriu 2 a 0 no placar.

Mesmo com o segundo gol sofrido e a dura derrota parcial, a Fiel não parava de cantar e apoiava o elenco. Com os erros de passes em sequência, porém, alguns torcedores mostraram uma certa impaciência.

Com 22 minutos, Mano Menezes resolveu alterar a formação tática da equipe. Sem sucesso no 3-5-2, o treinador optou por tirar Fábio Santos e colocar Wesley em seu lugar.

Logo depois da mudança, foi o Bahia quem deu uma resposta veloz. Em jogada aérea, Thaciano recebeu livre e empurrou para o fundo das redes. O jogador adversário, no entanto, estava em posição irregular.

Aos 25 minutos, Biel recebeu livre na área, girou e arriscou a finalização. No lance, Gil acabou pisando no pé do adversário. O árbitro foi chamado para revisar o lance e, após análise, optou por assinalar o pênalti. Na cobrança, Thaciano deslocou Cássio e abriu 3 a 0 para o Bahia.

Mesmo claramente abalado em campo, o Corinthians saiu em busca de diminuir o placar. A equipe seguia encontrando dificuldades na construção de jogadas, acumulando diversos passes errados na intermediária.

Com isso, quem seguia perto de balançar as redes era o Bahia. Após jogada pela lateral de campo, Luciano Juba recebeu livre e encontrou Cauly livre. O jogador chegou finalizando e Lucas Veríssimo salvou o Timão com o peito.

Aos 41 minutos, o Corinthians teve sua melhor chance no jogo. Fagner colocou a bola na área e encontrou Giuliano livre. O camisa 20 cabeceou e parou em grande defesa do goleiro Marcos Felipe, que espalmou para escanteio.

O elenco alvinegro seguia em busca de pelo menos um gol para diminuir o prejuízo na segunda etapa. Aos 46 minutos, Yuri Alberto foi derrubado na entrada da área pelo marcador. Para a cobrança perigosa, Fagner foi quem puxou a responsabilidade e arriscou finalização. A bola subiu e saiu em tiro de meta.

O lance foi o útlimo que levou algum perigo contra a meta adversária. Com isso, o primeiro tempo foi encerrado com o placar parcial de 3 a 0 para o Bahia.

Segundo tempo

Mesmo com a dura derrota parcial, Mano Menezes optou por não realizar mudanças no intervalo. Desta forma, o Corinthians voltou com o mesmo time que terminou o primeiro tempo. Vale lembrar que Wesley entrou no lugar de Fábio Santos quando o jogo ainda estava 2 a 0 para o Bahia.

O Timão iniciou o segundo tempo se lançando ao ataque para tentar surpreender o adversário com um gol no começo. A aposta alvinegra era de colocar os laterais no jogo, principalmente Fagner, que acumulou algumas tentativas pelo lado direito.

O elenco alvinegro, no entanto, seguia cometendo os mesmos erros da primeira etapa. Mesmo com o meio-campo povoado com Renato Augusto, Giuliano e Maycon, os erros de passes eram destacados e o Bahia recuperava facilmente a bola.

Com dez minutos disputados, Renato Augusto recebeu na parte lateral da área e tentou o drible para o meio. O camisa 8 caiu e ficou pedindo pênalti, mas o árbitro mandou o jogador levantar e marcou apenas o escanteio.

Mesmo precisando do resultado, o Corinthians seguia sem assustar o adversário. O Bahia, por sua vez, voltou a levar perigo aos 12 minutos. Thaciano recebeu livre na entrada da área, finalizou, mas acabou parando em Lucas Veríssimo.

Sem sucesso na construção das jogadas, o Corinthians precisou de uma força do Bahia para conseguir balançar as redes. Em saída errada de Gilberto, Giuliano ficou com a posse e encontrou Yuri Alberto livre na área. O camisa 9 foi desarmado, mas a bola sobrou para Renato Augusto, que colocou a bola no ângulo. 3 a 1 para o Bahia.

Logo depois do gol, Mano decidiu promover duas novas mudanças na equipe. Felipe Augusto e Matheus Araújo entraram nos lugares de Yuri Alberto e Giuliano, respectivamente.

Depois de alguns minutos, sem grandes chances criadas, o treinado realizou as duas últimas mexidas. Matías Rojas e Pedro foram acionados, enquanto Romero e Matheus Bidu deixaram o campo.

Em seu primeiro lance, o paraguaio acabou errando um passe na intermediária, que possibilitou o Bahia de armar o contra-ataque. Com isso, Ademir saiu na cara de Cássio e, com tranquilidade, marcou o quarto gol do Bahia.

Aos 37 minutos, em contra-ataque do adversário, Gil fez novo pênalti. Na cobrança, Thaciano deslocou Cássio e marcou o quinto gol do Bahia.

O gol deu números finais a partida. 5 a 1 para o Bahia.

Ficha técnica de Corinthians 1 x 5 Bahia

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Neo Química Arena, São Paulo, SP
Data: 24 de novembro de 2023 (sexta-feira)
Horário: 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Assistentes: Nailton Júnior de Sousa Oliveira e Victor Hugo Imazu dos Santos
Árbitro de vídeo: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro
Gols: Renato Augusto (Corinthians); Thaciano (duas vezes), Rezende, Cauly e Ademir (Bahia)
Cartões amarelos: Gil e Renato Augusto (Corinthians); Gilberto, Vitor Hugo e Thaciano (Bahia)
Público: 39.133 pagantes (público total: 39.403)
Renda: R$ 2.449.046,00

CORINTHIANS: Cássio; Gil, Lucas Veríssimo e Fábio Santos (Wesley); Fagner, Matheus Bidu (Pedro), Maycon, Giuliano (Matheus Araújo) e Renato Augusto; Romero (Matías Rojas) e Yuri Alberto (Felipe Augusto).
Técnico: Mano Menezes

BAHIA: Marcos Felipe; Gilberto (Cicinho), Kanu, Vitor Hugo e Luciano Juba (Camilo Cândido); Rezende e Acevedo; Yago Felipe (Lucas Mugni), Thaciano e Cauly (Rafael Ratão); Biel (Ademir).
Técnico: Rogério Ceni

Notas dadas aos personagens da partida

Titulares

Reservas

Treinador

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 1 x 5 Bahia