Ausência de Ronaldo expõe falta de atacante no Timão

Ausência de Ronaldo expõe falta de atacante no Timão

227 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Bastou a primeira ausência de Ronaldo na temporada para o Corinthians não conseguir ser eficiente no ataque e só empatar com o Bragantino, em Bragança Paulista (SP).

Se na primeira rodada o Timão, com o Fenômeno em campo, demorou 11 minutos para abrir o placar na tranquila vitória por 2 a 0 sobre a Portuguesa, na quarta-feira a equipe suou 37 minutos para igualar o placar com o baixinho Jorge Henrique, que teve Dentinho como parceiro.

Embora o técnico Tite aponte a falta de ritmo como principal motivo para o setor ofensivo não conseguir coordenar as jogadas, é evidente a queda de rendimento da equipe sem o Fenômeno.

Ciente de que o elenco ainda precisa de uma referência para suprir as eventuais ausências de R9, a cúpula do clube continua atrás de reforços.

– A diretoria está trabalhando muito em busca desse atleta (atacante). Não obtivemos êxito nas primeiras tentativas. Não existe prazo para contratar. Acho difícil (que aconteça antes do Tolima, da Colômbia) – disse Roberto de Andrade, diretor de futebol, em referência à estreia do Corinthians na Libertadores, na próxima quarta.

Depois de acertar até bases salariais (R$ 400 mil) com Adriano, mas não conseguir a liberação da Roma (ITA), o Timão esbarra nos cifras pedidas por Sevilla (ESP) e Shakhtar Donetsk (UCR) para autorizar a transferência de Luis Fabiano e Marcelo Moreno, respectivamente.

Para ter o camisa 9 da Seleção Brasileira na Copa da África do Sul, o Alvinegro ofereceu 7 milhões de euros (R$ 15,6 milhões), valor considerado irrisório pelos espanhóis, que debocharam da proposta oferecida pela contratação do jogador.

– Não pagaremos o que eles querem, que é perto de 12 milhões de euros – completou o dirigente.

Já os ucranianos exigem 7 milhões de euros (R$ 15,6 milhões) para Marcelo Moreno, que já defendeu o Cruzeiro, voltar ao Brasil. O valor é o mesmo que o oferecido por Luis Fabiano, mas a diretoria não considera fazer o investimento que faria com o titular da última Copa pela Seleção no boliviano. O empresário Fabiano Farah, que intermedia as conversas entre Shakhtar, Corinthians e Moreno, está pessimista. Conversou por diversas vezes com o presidente Andrés Sanchez, e não achou uma solução.

Ausência de Ronaldo expõe falta de atacante no Timão

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Revelação de 2017, Pedrinho reforça Corinthians diante do Red Bull Brasil

    Com Pedrinho, Carille relaciona 23 no Corinthians para duelo com Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Renê Júnior foi apresentado pelo Corinthians à imprensa em 7 de janeiro

    Reforço de R$ 5 milhões, volante aguarda primeira chance no Paulistão; novo esquema pode ajudá-lo

    ver detalhes
  • Livro 'Sócrates Eterno' será lançado na noite desta segunda, em São Paulo

    Viúva de Sócrates lança autobiografia do ex-jogador do Corinthians nesta segunda em São Paulo

    ver detalhes
  • Sem contusão, Clayson treinou normalmente e deve pegar Red Bull

    Após exames, Clayson treina no Corinthians e deve enfrentar Red Bull

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes