Defesa do título! Pelo penta, Timão celebra força da zaga

Defesa do título! Pelo penta, Timão celebra força da zaga

Por Meu Timão

Paulo André é um dos pilares da sólida zaga corintiana

Paulo André é um dos pilares da sólida zaga corintiana

Foto: Eduardo Viana

O Corinthians tem a média de apenas um gol sofrido por partida neste Brasileirão, mantendo assim a marca de melhor defesa após 36 jogos disputados. Porém, os jogadores responsáveis pelo sistema defensivo armado por Tite têm um motivo ainda maior para se orgulhar neste presente momento.

Desde 2003, quando a competição passou a ser disputada na fórmula dos pontos corridos, este é o melhor desempenho alvinegro ? com exceção, é claro, da campanha vitoriosa do clube na Série B, em 2008, quando os comandados por Mano Menezes levaram 29 gols em 38 rodadas de campeonato.

A média de um gol sofrido por jogo (compare com a dos últimos anos abaixo) pode cair ainda para 0,94 caso o time saia ileso dos duelos contra Figueirense, neste domingo, e Palmeiras, no dia 4.

Bom número fora de casa

Dividindo o posto de melhor visitante com o próprio Figueira, adversário deste fim de semana, o Alvinegro chega a Florianópolis bem protegido. Isso porque, fora dos seus domínios, o líder levou só 17 gols em 18 partidas disputadas.

? É resultado do dia a dia, do nosso trabalho. A comissão técnica tem dado ênfase ao sistema defensivo para tomarmos menos gols possíveis. O Tite coloca que, se uma peça não marcar, vai pesar para todos os jogadores. Nosso grupo é forte e todos sabem das suas responsabilidades ? explicou Paulinho, volante do Corinthians, que se destaca também na parte ofensiva.

Bate-Bola com Paulo André
Em entrevista coletiva, na última quarta-feira

Quais são os méritos de Tite na melhora defensiva do time?
No momento da troca de Chicão por mim, acho que a equipe não vinha tão bem, com alguns resultados negativos e ele tomou a decisão de mexer drasticamente. Foi um mérito, ele tomou uma atitude que, se não desse certo, não estaria mais aqui para contar história. Foi atitude de quem quer vencer e tem coragem, e acabou dando certo.

Antes reserva, você imaginava ter essa sequência entre os 11?
Se eu falar que imaginava, estaria mentindo. Achei que teria algumas oportunidades por lesão ou suspensão, mas da maneira que foi não imaginava, até porque a equipe vinha bem, disparando na frente no início do Brasileirão.

Por que você entrou tão bem?
Acho que tenho de utilizar minhas qualidades de alguma maneira, tenho meus defeitos, que tento esconder, peço a ajuda a Castán, a Julio (Cesar) e a Alessandro. É essa parceria e o sistema implantado. Ele é muito forte, tanto que somos a melhor defesa do campeonato, foi fácil. O que fiz foi controlar a ansiedade, passei tranquilidade para os companheiros. Deu certo.

O que pode tirar o título?
Falta de concentração ou soberba. Achar que já está ganho. Só perdemos para nós mesmos. É ter humildade, manter os pés no chão e saber que não ganhamos nada.

A defesa do Corinthians na era dos pontos corridos

2003 - Sofre 63 gols em 46 jogos. Média de 1,36 (* O campeonato tinha 24 clubes)

2004- Sofre 54 gols em 46 jogos. Média de 1,17 (*O campeonato tinha 24 clubes)

2005- Sofre 59 gols em 42 jogos. Média de 1,40 (*O campeonato tinha 22 clubes)

2006- Sofre 46 gols em 38 jogos. Média de 1,21

2007- Sofre 50 gols em 38 jogos. Média de 1,31 (* São Paulo estabelece recorde de 19 gols sofridos)

2008- Não disputou (Na Série B, porém, sofreu apenas 29 gols. Média de 0,76)

2009- Sofre 54 gols em 38 jogo. Média 1,42

2010- Sofre 41 gols em 38 jogos - Média 1,07

2011- Sofreu 36 gols em 36 jogos até agora- Média de 1

Os melhores visitantes do BR-11

TIMEPONTOSCorinthians27Figueirense27Fluminense26São Paulo26Vasco26

Gols fora de casa

TIMEFEITOSSOFRIDOSCorinthians2017Figueirense2224Fluminense2326São Paulo2627Vasco2327

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Guilherme Siqueira foi contratado pelo Atlético de Madrid em 2014

    Ex-Atlético de Madrid, lateral ítalo-brasileiro é sondado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • O diário da invasão -  Cinco anos de um feito histórico

    [Rafael Castilho] O diário da invasão - Cinco anos de um feito histórico

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes