Dedé, diretoria, DIS querem venda imediata ao Corinthians. Isolado, Roberto Dinamite tenta adiar

Dedé, diretoria, DIS querem venda imediata ao Corinthians. Isolado, Roberto Dinamite tenta adiar

O Corinthians quer fechar a transação ainda esta semana.

O desejo da diretoria paulista é inscrevê-lo na próxima fase da Libertadores.

A situação vascaína conspira a favor do time de Tite.

O clube carioca completaria três meses de atraso nos salários na sexta-feira.

Seus atletas poderiam entrar na justiça para pedir desligamento automático.

A diretoria pediu empréstimos para pagar R$ 1,5 milhão, um mês de salário.

E adiou a agonia por mais 30 dias.

A saída apresentada pela diretoria é a venda imediata de Dedé.

O jogador não quer mais continuar em São Januário.

Seus empresários confirmaram isso pessoalmente para René Simões.

O dirigente tenta convencer Roberto Dinamite.

Insiste que o momento não é de lamentações, mas de atitude.

O presidente vascaíno ainda tenta disfarçar.

Diz que o jogador deseja continuar em São Januário a jornalistas.

Mas é bem ao contrário.

As derrotas, a pressão estão fazendo seu futebol piorar muito.

O nível técnico dos seus companheiros é muito baixo.

O zagueiro escolheu atuar no campeão do mundo.

Principalmente pelo elenco.

O Corinthians já até ofereceu uma lista de jogadores para o Vasco.

A princípio, Roberto Dinamite deseja dinheiro.

O grupo DIS tem 45% dos direitos do zagueiro.

E já está apalavrado com o Corinthians.

O Vasco quer pelo menos R$ 15 milhões livres.

Há a possibilidade de o grupo de Delcir Sonda comprar a parte vascaína.

E o colocar por empréstimo ao Corinthians.

Dedé não quer nem ouvir falar em Anzhi.

Seu interesse é ficar no Brasil para disputar a Copa do Mundo.

E foca mesmo o Parque São Jorge.

O Corinthians tenta o jogador desde o fim da Libertadores de 2012.

Tite o considera excelente zagueiro.

Tem o perfil para formar uma grande dupla de zaga com Gil.

Seu futebol é muito melhor do que o de Paulo André.

Reúne força física, ótimo sentido de antecipação.

Impulsão impressionante.

Basta o treinador conter a sua mania de querer sair jogando.

Seu ponto fraco é querer mostrar qualidade demais com a bola nos pés.

No mais, tem potencial para já chegar titular do Corinthians.

Dirigentes corintianos conversam há meses com o empresário do atleta.

O Vasco é que estava dificultando a negociação há muito tempo.

O DIS, o jogador, seus empresários, a direção corintiana e Tite querem a transação.

Só a diretoria vascaína o segurava.

Roberto Dinamite acreditava que perderia o mínimo de apoio que ainda tem.

Junto à diretoria e às organizadas.

Mas mesmo Paulo Autuori já conversou com o presidente.

Não há como fazer planejamento para o Brasileiro com atraso de salários.

E que é melhor vender um zagueiro e garantir a folha por pelo menos seis meses.

Ainda ter dinheiro para contratações.

Autuori prefere o Vasco ter dinheiro para gastar do que aceitar jogadores desinteressantes.

O Corinthians quer empurrar atletas que não o interessam.

A oferta é fraca.

Envolve Júlio César, o peruano Ramirez e Willian Aarão, entre outros.

Não agradaram a Dinamite.

Ele insiste em dinheiro vivo.

René e Autuori repetem que não há mais tempo a perder.

Os dirigentes corintianos já estiveram afoitos.

Agora estão apenas acompanhando tudo de longe.

Com informações passadas por representantes do grupo DIS.

Dinamite se desespera, não encontra outra saída.

Mas ainda não deu o braço a torcer.

René garantiu que explicaria ele mesmo à imprensa o motivo da possível venda.

Ele defende uma atitude transparente.

Dedé demonstrou no jogo de sábado pela Seleção,.

Está em ótima forma física.

Se a transação for fechada essa semana, desembarcará pronto para jogar.

No Parque São Jorge a ordem nesta segunda-feira é se calar.

Apenas esperar pela decisão do presidente.

Mas há uma certeza no Corinthians.

Dedé nunca esteve tão perto.

Para tristeza de Roberto Dinamite...

Fonte: R7

Veja Mais:

  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Guilherme foi o destaque da atividade coletiva pelo segundo dia consecutivo

    Dupla volta, e Oswaldo vê time titular brilhar em treino do Corinthians; veja a escalação

    ver detalhes
  • Sanchez denunciou também que Odebrecht abriu portas da Arena a repórteres, para mostrar 'somente o que quer'

    Andrés Sanchez se pronuncia sobre auditoria da Arena e critica Corinthians

    ver detalhes
  • Wagner pode reforçar o Corinthians em 2017

    Agente explica situação de Wagner e diz ter acerto contratual com Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes