Pato e Guerrero falham, e Guilherme salva o dia

Pato e Guerrero falham, e Guilherme salva o dia

Guilherme bate no peito para comemorar o gol de empate do Timão

Guilherme bate no peito para comemorar o gol de empate do Timão

Foto: Rodrigo Coca/Fotoarena

Pato e Guerrero perderam gols feitos e, nesta quarta-feira, no Serra Dourada, Paulinho não estava lá para definir. Ao menos seu substituto manteve a escrita. Com um gol no fim, Guilherme arrancou o empate por 1 a 1 com o Goiás.

O trabalhador que passa o dia todo no batente e chega à noite para ver o jogo precisa de algum motivo para ficar acordado. Na primeira etapa, o Timão não deu nenhum.

A equipe teve dificuldades para superar a marcação do Goiás e o meio de campo jogou distante demais do ataque. Alexandre Pato, isolado entre os zagueiros, praticamente não pegou na bola.

Melhor em campo (ainda que nem tanto assim), o Goiás foi chegando aos poucos. Faltava a precisão na hora do chute. Praticamente todos esbarraram na defesa antes de seguir pela linha de fundo. Ao todo, foram seis escanteios, mas um deles acabou sendo mortal.

Aos 37 minutos, Ernando subiu mais do que a marcação e cabeceou forte. Cássio fez uma linda defesa no canto esquerdo, mas, no rebote, o zagueiro goiano estufou a rede.

'Ficamos muito lá atrás e está difícil criar oportunidades, mas vai melhorar no segundo tempo', disse Alexandre Pato ao ir para o vestiário.

Sem pontaria/ De fato, Pato estava certo. O time melhorou e começou a criar chances na etapa final, enquanto o Goiás se fechou para segurar o resultado. A equipe esmeraldina queria apagar os 5 a 0 sofridos na estreia para o Cruzeiro. Só faltou avisar isso para a defesa.

A desatenção da zaga rival e a inspiração de Douglas foram determinantes. Mas a pontaria de Pato e Guerrero -; o peruano entrara na vaga de Emerson -; deixou muito a desejar.

Douglas colocou os dois na cara do gol e só teve motivo para lamentar. O camisa 7 driblou o goleiro e chutou para fora, enquanto o peruano dominou, olhou e também errou o alvo.

Guerrero ainda teve outra oportunidade, de cabeça, na entrada da pequena área, mas o goleiro Renan espalmou.

Quando o ataque não decide, é Paulinho quem costuma aparecer para resolver. O volante está com a seleção brasileira, então seu substituto teve a missão de igualar as coisas.

Aos 41 minutos, Guilherme aproveitou bate-rebate na área e chutou cruzado. Thiago Mendes se antecipou a Pato e desviou para o fundo da rede. Assim, o Timão obteve o segundo empate  neste Brasileirão.

Ficha técnica

Goiás
4-4-2
Renan; Vítor , Ernando, Rodrigo  e William Matheus; Dudu Cearense (David), Thiago Mendes, Ramon e Hugo (Valmir
Lucas); Araújo (Renan Oliveira) e Walter
T: Enderson Moreira

Corinthians
4-2-3-1
Cássio; Edenílson (Léo), Chicão, Gil e Fábio Santos ; Ralf e Guilherme (Willian Arão); Romarinho, Douglas e Emerson
(Guerrero); Pato
T: Tite

BRASILEIRÃO > 1º TURNO -; 2ª RODADA
Onde: Serra Dourada, em Goiânia
Juiz:  Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Gols:  Ernando aos 37 do 1º tempo e Guilherme aos 41 do 2º
Renda e público: R$ 815.800,00 / 31.074

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Em jogo disputado, Corinthians encarou o Mirassol e venceu por 3 a 2

    Corinthians vence Mirassol em jogaço de cinco gols

    ver detalhes
  • Zoeiro! Marciel zera internet ao comentar lance de gol do Mirassol

    Zoeira sem limites! Marciel zera internet ao comentar lance de gol do Mirassol

    ver detalhes
  • Maycon teve desempenho elogiado em Mirassol; Dupla de zaga não deixou a desejar

    Dupla da base brilha e empata na disputa de melhor jogador contra Mirassol; Bastos decepciona

    ver detalhes
  • Jogadores comemoram gol em Mirassol

    Mais vitórias, menos derrota... Corinthians chega aos 15 pontos e é o melhor do Paulistão-17

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes