Abertura da Copa será com telão alugado

Abertura da Copa será com telão alugado

Andrés Sanchez confirmou ao menos um improviso na Arena Corinthians

Andrés Sanchez confirmou ao menos um improviso na Arena Corinthians

Foto: REUTERS

O estádio do Corinthians não vai ficar pronto nos mínimos detalhes para a Copa do Mundo. Isso já está claro na cabeça de quem trabalha na obra.

Apesar de sempre evitar o assunto, o ex-presidente do clube e responsável pela arena, Andrés Sanchez, confirmou ao menos um improviso.

'Tudo está planejado. Os telões serão alugados para a Copa. O do Timão já está encomendado', escreveu Andrés, em uma rede social.

Se os telões não ficarão prontos a tempo, as arquibancadas provisórias não deverão ser um problema para o clube. A Fast Engenharia, responsável pelos 19.800 assentos a mais que serão utilizados durante o Mundial, divulgou os números da empreitada.

Segundo a empresa, o processo de colocação das cadeiras do setor sul está adiantado e o do norte, dentro do cronograma. Cada setor receberá 8.800 lugares a mais para o Mundial.

Todas as cadeiras serão brancas e os setores leste e oeste receberão mais 1.200 e mil assentos, respectivamente.

Falastrão/ Afastado da obra, o vice-presidente corintiano Luis Paulo Rosenberg voltou a dar uma declaração polêmica. Em entrevista ao Blog do Perrone, no portal UOL, o dirigente questionou se o Corinthians deveria mesmo ter aceitado receber a abertura da Copa.

'Foi um erro aceitar a abertura da Copa. Continuo achando que a abertura deveria ser no Morumbi. Como economista, digo que a solução mais racional seria a abertura no Morumbi e o Pacaembu ficar por 30 anos com o Corinthians, que bancaria a sua modernização', disse Rosenberg.

Ronaldo fala sobre ‘carinho maior’ que tem pelo Timão

Ronaldo jogou em diversos clubes do mundo. Cruzeiro, PSV, Barcelona, Inter de Milão, Real Madrid e Milan. Mas, segundo ele, em nenhum sentiu um carinho tão grande como no Corinthians.

'Tenho um carinho especial por todos os clubes pelos quais passei. Maior ainda pelo Corinthians, que foi o último. Ele veio para me encher de amor por essa torcida, por esse clube', disse o Fenômeno, em entrevista ao programa 'Viva Voz Futebol', do GNT.

O maior artilheiro de todas as Copas do Mundo, com 15 gols, também falou um pouco sobre a despedida do futebol.

'Eu sinto falta dessa cumplicidade de dentro de campo. As pessoas sabiam que poderia acontecer alguma coisa quando eu pegasse na bola e eu sabia que poderia fazer algo', falou.

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes