Paulinho não teme a titularidade da seleção na Copa do Mundo

Paulinho não teme a titularidade da seleção na Copa do Mundo

Por Larissa Emanuelle

Paulinho reconhece  que o Corinthians o ajudou à chegar na seleção

Paulinho reconhece que o Corinthians o ajudou à chegar na seleção

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

Até alguns anos atrás, o volante Paulinho sonhava com a seleção mas não imaginava que chegaria à vestir camisa amarelinha em uma Copa do Mundo. Saindo do Bragantino e indo para o Corinthians, o jogador chegou como apenas uma opção para logo depois, se tornar um ídolo eternizado na história do clube.

Hoje no Tottenham, Paulinho comemora a sua participação na competição mundial que será realizada no Brasil e não teme a necessidade de ser um dos líderes. Ele soube que seu nome estava na lista de convocados durante um treinamento no time inglês.

"Como eu falo é uma mudança muito grande e rápida na carreira. Depois da chegada ao Corinthians eu esperei o meu tempo e o meu momento. Agarrei a minha chance quando saíram o Elias, Jucilei e daí dei sequência no meu trabalho. Foram três anos de conquistas individuais e coletivas. Agora estou colhendo o que plantei anteriormente, não só no Corinhtians, mas no Bragantino e nos outros clubes em que passei". Afirmou.

Paulinho foi um dos jogadores mais constantes nas listas divulgadas do técnico Luis Felipe Scolari. Dos vinte jogos, ele esteve presente em 17. Além disso, tem a confiança do professor da seleção após a boa participação na Copa das Confederações, vencida pela seleção brasileira. Agora, o volante continuará a preparação para a Copa do Mundo, onde precisa ser protagonista para ajudar o Brasil à chegar ao hexa.

"Cada um ajuda a Seleção Brasileira de uma forma. Não sabia desses números e me sinto privilegiado de atingir um nível muito bom. O que o professor Felipão vem pedindo para todos nós jogadores fizemos, todos vem fazendo. Todos têm que assumir a responsabilidade e me vejo sim importante. Foi assim na Copa das Confederações, nos amistosos, conquistando meu espaço."

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes