Mano elogia Ángel Romero e lamenta falta de 'acabamento' da equipe

Mano elogia Ángel Romero e lamenta falta de 'acabamento' da equipe

Por Meu Timão

3.6 mil visualizações 53 comentários Comunicar erro

Mano Menezes elogiou Romero

Mano Menezes elogiou Romero

Após o empate por 0x0 na tarde deste domingo, em Salvador, com o Vitória, Mano Menezes concedeu entrevista coletiva. Entre a lamentação da vantagem aberta pelo Cruzeiro e a sensação de ser vice-líder isolado, Mano comentou o resultado da partida:

- A gente tinha muita posse, mas com poucas oportunidades, no primeiro tempo. Tínhamos muitos jogadores pela esquerda e poucos pela direita. Luciano marcava e o time estava capenga, com só Guerrero e Fagner no lado da direita. No segundo tempo nós melhoramos isso, tivemos uma passagem melhor, mas um acabamento que deixou a desejar.

Admitindo que a equipe demorou a acordar, Mano lamentou a falta de qualidade na hora de definir:

- Acabamento é um misto de conclusão com qualidade de criação e chegamos sem qualidade. É uma somatória das duas coisas - explicou.

Ainda na entrevisa, o técnico corinthiano elogiou o paraguaio Ángel Romero. O camisa 11, que entrou bem na partida, tem agradado o comandante nos treinamentos:

- O jogador vai passando confiança nos treinamentos para mais para frente utilizá-lo mais tempo, um jogo todo - finalizou.

Veja Mais:

  • Marquinhos Gabriel ainda não definiu qual será o seu destino em 2019

    De volta ao Corinthians, Marquinhos Gabriel desperta interesse de mais três clubes

    ver detalhes
  • Jonathas não é mais jogador do Corinthians

    Corinthians devolve Jonathas ao Hannover e antecipa fim do empréstimo

    ver detalhes
  • Manoel chegou em São Paulo na tarde desta terça-feira

    Manoel desembarca para assinar e mostra ansiedade em vestir a camisa do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille já trabalhou com Renato Chaves no Corinthians; chegou a vez de Manoel!

    Manoel recebeu 'avisos' sobre Carille de ex-colega revelado no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes