Presidente do Timão tenta solucionar o 'problema do Metrô'

Presidente do Timão tenta solucionar o 'problema do Metrô'

Por Larissa Emanuelle

1.6 mil visualizações 28 comentários Comunicar erro

Mário Gobbi deve ter uma reunião com o governador para solucionar o problema

Mário Gobbi deve ter uma reunião com o governador para solucionar o problema

Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

No primeiro jogo da Arena Corinthians às 22h, o torcedor que tinha a intenção de utilizar o Metrô para voltar pra casa passou por um dilema. Tendo em vista o transtorno sofrido por parte da torcida, o presidente Mário Gobbi tenta achar uma solução.

O dirigente alvinegro solicitou uma reunião com o governador Geraldo Alckmin, com a intenção de resolver o problema o mais rápido possível. O Metrô, que é o meio de transporte mais utilizado pelos torcedores que frequentam a Arena, só ficou à disposição do público até as 00h20, gerando prejuízo.

Após o pedido do presidente do Corinthians, o Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo deve marcar uma reunião entre Geraldo Alckmin e Mario Gobbi em busca de um consenso. O próximo jogo do Timão, neste horário e na Arena deve ser contra o Goiás, no dia 20 de agosto.

Veja Mais:

  • Douglas vai defender as cores do Bahia até dezembro de 2019

    Sem conseguir se firmar no Corinthians, Douglas é anunciado como reforço do Bahia

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille, Gustagol & cia. entra em campo neste domingo contra o São Caetano

    Novidade na escalação e Boselli VIP: Corinthians de Carille estreia neste domingo no Paulistão

    ver detalhes
  • Cássio permaneceu, enquanto Balbuena e Kazim deixaram o Parque São Jorge depois do bi estadual

    De Cássio a Kazim: onde estão os corinthianos que iniciaram campanha do bicampeonato paulista

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá que comprar ingressos para assistir à semifinal da Copinha em 2019

    Jogo do Corinthians pela semifinal da Copinha terá venda de ingressos; veja como comprar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes