Após nova derrota, aproveitamento do Palmeiras é de time rebaixado

Após nova derrota, aproveitamento do Palmeiras é de time rebaixado

Por Meu Timão

Corinthians venceu o Palmeiras por 2x0

Corinthians venceu o Palmeiras por 2x0

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

[[BANNER]]

Pode não parecer, mas o Corinthians acabou empurrando o Palmeiras para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, não aquele Z4 que define os últimos quatro da tabela, mas sim no percentual de aproveitamento de pontos conquistados.

Com 7 derrotas em 12 jogos, o atual aproveitamento do maior rival do Timão é de 36% dos pontos que o time disputou. Se comparar o aproveitamento dos três últimos Campeonatos Brasileiros, tanto em 2011 quanto em 2012 o 17º colocado (primeiro dos times rebaixados) terminou a competição com os mesmos 36% de pontos conquistados. Já em 2013, ao final do campeonato, o primeiro rebaixado (Fluminense, que depois subiu no tapetão), terminou a competição com 40% de aproveitamento.

Do lado de cima da tabela, também dá pra projetar a situação do Corinthians. Hoje o Timão tem 64% dos pontos conquistados, o que daria o título no final da competição em 2011 e o vice-campeonato de 2012 e 2013.

Confira a tabela abaixo com o Z4 dos últimos anos após o final das 38 rodadas:

Palmeiras com aproveitamento de rebaixado

Veja Mais:

  • Carille comandou o treino do Corinthians deste sábado, no CT Joaquim Grava

    Pablo treina, e Carille define escalação do Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson foi relacionado pela primeira vez no Corinthians

    Com estreia de Clayson e Pablo, Corinthians relaciona 22 contra Atlético-GO

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes