Palmeirenses que promoveram o quebra-quebra foram identificados e serão cobrados

Palmeirenses que promoveram o quebra-quebra foram identificados e serão cobrados

Por Larissa Emanuelle

2.0 mil visualizações 55 comentários Comunicar erro

Torcida rival quebrou cadeiras na Arena

Torcida rival quebrou cadeiras na Arena

Após o fim da partida, onde o Corinthians saiu vitorioso sobre o time palmeirense, torcedores adversários protagonizaram verdadeiros atos de vandalismo no setor visitante. Como se não bastasse o péssimo exemplo deixado, assim como o prejuízo, comemoraram os feitos em redes sociais.

O presidente Paulo Nobre, logo após receber a notícia do que tinha acontecido, se comprometeu em pagar todo o prejuízo, mas também procurou os culpados. Diego Sequia, estudante de educação física, e Willian Santon, estudante de direito, devem pagar os assentos quebrados.

O primeiro indivíduo citado colocou uma foto da cadeira quebrada em seu instagram, com legenda 'Estádio lixo! Quebrei mesmo'. Enquanto o outro também divulgou a sua parte na selvageria, citando 'Seu estádio, meu entulho'.

Todo o prejuízo será calculado para que o Palmeiras se responsabilize pelos atos lamentáveis, como ficou estabelecido num acordo com Mário Gobbi.

Veja Mais:

  • Jair passa orientação a Thiaguinho, novo segundo volante titular do Timão

    Jair pode repetir Corinthians para duelo com Atlético-PR; veja única dúvida na escalação

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes