Após desistência oficial do Corinthians, Internacional prepara última cartada por Nilmar

Após desistência oficial do Corinthians, Internacional prepara última cartada por Nilmar

Por Meu Timão

Nilmar pode ir para o Internacional após desistência oficial do Timão

Nilmar pode ir para o Internacional após desistência oficial do Timão

Foto: Divulgação

O atacante Nilmar segue em Porto Alegre enquanto espera uma decisão sobre seu futuro. O Corinthians, que manifestou o desejo pelo atleta, desistiu do negócio no final de semana.

Se por um lado uma porta se fechou, a porta vermelha do Internacional parece entreaberta. O clube gaúcho continua acompanhando a situação e, se houver alguma chance, vai investir para ter o atleta de volta. O clube já prepara o envio de uma proposta oficial.

- Se houver uma mínima chance, vamos fazer o possível para ter o jogador - afirmou Roberto Melo à Rádio Gaúcha, no último final de semana.

O jogador, que conseguiu resolver a pendência que tinha com o El Jaish, do Catar, pode criar vínculo com outra equipe. O principal entrave, assim como na negociação com o Timão, é o dinheiro.

O discurso da diretoria colorada é que a equipe não fará loucuras. A expectativa é de saber se o empresário do jogador, Orlando da Hora, fará o mesmo jogo duro que fez com a equipe de Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians e Juventus se encontram neste domingo, às 19h45

    Corinthians encara 'clássico da Zona Leste' por vaga na final da Copinha

    ver detalhes
  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes
  • Não agradou - Titular no Majestoso, Guilherme teve atuação discreta na decisão da Florida Cup

    Meia do Corinthians tem nota próxima do zero após empate

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes