Apesar do crescimento de Renato Augusto, Mano não esquece de Jadson

Apesar do crescimento de Renato Augusto, Mano não esquece de Jadson

Por Meu Timão

Jadson ainda tem a confiança de Mano Menezes

Jadson ainda tem a confiança de Mano Menezes

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No disputado meio campo do Corinthians parece haver espaço para apenas um meia armador de qualidade. E os concorrentes são fortes: Renato Augusto e Jadson. Alternando-se na equipe montada pelo técnico Mano Menezes, os dois já tiveram altos e baixos na temporada.

Desta vez, no entanto, o momento do camisa 8 é muito superior ao do rival. Contudo, Jadson ainda tem a confiança do elenco e do treinador.

- É assim o futebol. Jadson chegou, estreou, jogou muito bem, e nos últimos jogos teve uma queda de produção. Procuro respeitar e entender isso. Não abandonar o jogador nessa hora, devo mostrar realmente que houve uma queda, que faz parte da nossa vida. Só o trabalho é solução. Acreditamos muito nele, ele sabe disso - ressaltou Mano.

Além de elogiar o suplente, Mano fez questão de falar muito bem de Renato Augusto, o grande destaque da noite de ontem:

- Nos últimos jogos, Renato vem entrando e entrando bem, passando confiança de jogar quase a totalidade do jogo. É importante passar essa confiança. Essa é uma conversa que tive com Romarinho lá atrás. Fomos buscar a prancheta e vimos que ele só tinha terminado um jogo na temporada. É pouco para um titular. Você busca as coisas para mostrar os porquês de cada decisão. Hoje parabenizei o Renato - afirmou Mano Menezes.

O Timão ainda busca a formação ideal para ajustar o meio de campo sem Petros que jogou com um efeito suspensivo.Com Elias convocado à seleção brasileira, o meio corintiano teve Ralf, Bruno Henrique e Renato Augusto contra o Bragantino.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes