Meia do Timão lamenta 'pedreira' longe da Arena Corinthians

Meia do Timão lamenta 'pedreira' longe da Arena Corinthians

Por Larissa Emanuelle

Petros lamenta sequência longe do novo caldeirão alvinegro

Petros lamenta sequência longe do novo caldeirão alvinegro

À disposição do técnico Mano Menezes após cumprir suspensão e de volta ao time titular, o meia Petros lamentou a quantidade de rodadas longe da Arena Corinthians e as 'pedreiras' no Campeonato Brasileiro. O estádio já se tornou palco das melhores partidas do Timão.

"Só pedreira, né? Prejudica porque nosso torcedor nos ajuda muito. Aquilo ali é um incentivo muito grande, dá vontade de jogar por eles. Estamos fazendo da Arena nosso caldeirão. O Grêmio levou muito tempo para se adaptar à arena deles, e nós fizemos da Arena Corinthians nossa força em tão pouco tempo. Mas temos de ganhar em Manaus, Belo Horizonte, para chegar o mais rápido possível ao G-4".

Para voltar à disputar uma vaga entre as melhores colocações da tabela, o Corinthians precisará quebrar a sequência de derrotas na competição, que aumentaram a pressão sobre o técnico Mano Menezes e os jogadores. Depois da vitória sobre o Atlético Mineiro, as esperanças estão renovadas.

Neste sábado, o Timão enfrenta o Sport, na Arena Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. O jogo terá seu início às 18h30.

Veja Mais:

  • Setor Norte da Arena com pisca-piscas no jogo contra o São Paulo

    Setor Norte da Arena Corinthians é interditado pelo STJD mais uma vez

    ver detalhes
  • Tite, Carille e Cássio durante treino no CT Joaquim Grava

    Tite rasga elogios a Fábio Carille e fala da possibilidade de Cássio voltar à Seleção

    ver detalhes
  • Jornal O Globo, do Rio de Janeiro, tenta decifrar o Corinthians de Fábio Carille

    Jornal carioca faz 'manual para os antis' e tenta ensinar como vencer o Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians na Sul-Americana é destaque da Globo

    TV Globo deixa rivais de canto e transmite jogo do Corinthians na Copa Sul-Americana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes