Segundo Mário Gobbi, mesmo com rescisão, Sheik é problema do Botafogo

Segundo Mário Gobbi, mesmo com rescisão, Sheik é problema do Botafogo

Por Meu Timão

Sheik não é problema do Timão, diz Gobbi

Sheik não é problema do Timão, diz Gobbi

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O presidente Mário Gobbi, em sua longa entrevista concedida ao Arena SporTv, se eximiu de qualquer responsabilidade sobre o destino de Emerson Sheik, emprestado ao Botafogo até o final do ano.

O dirigente corinthiano lembrou que o atacante não tem previsão de volta ao Parque São Jorge para o início do ano que vem e que, até lá, o jogador é problema do Botafogo.

- Até 31 de dezembro ele tem vínculo com o Botafogo. Se não o quiserem por lá vão ter que montar um esquema de treino para o jogador. Em janeiro de 2015, após as férias, ele volta ao Corinthians. Aí tem que ver se ele será aproveitando por nossa comissão técnica - disse Gobbi em entrevista ao Arena SporTV na tarde desta segunda-feira.

Emerson foi emprestado no início de abril e o Corinthians dividiu o pagamento dos salários do atacante - em torno de R$ 520 mil - com o clube carioca. Porém, como o Botafogo está passando por uma grave crise financeira, os paulistas se comprometeram em arcar com os salários de Sheik.

No Botafogo, Sheik disputou 18 jogos e marcou 6 gols. O atacante se envolveu em polêmicas ao criticar a diretoria pelos atrasos salariais, sem poupar a CBF e as arbitragens do Brasileirão.

Veja Mais:

  • Jogadores do Corinthians comemoraram (e muito!) gol de Jadson na Arena do Grêmio

    Paulo Roberto dá show, Cássio pega pênalti, Corinthians vence Grêmio e dispara rumo ao hepta

    ver detalhes
  • Cássio fez grande partida neste domingo, pegando até pênalti

    Defesa do Corinthians prova sua força e destrói marca de oito meses do ataque gremista

    ver detalhes
  • Estádio do Patriotas está apto para receber a partida

    Estádio do Patriotas realiza melhorias de iluminação para receber o Corinthians

    ver detalhes
  • Gramado da Arena Corinthians está mais suscetível a 'escorregões' por excesso de umidade

    Gramado da Arena Corinthians 'chegou no limite', diz presidente de empresa responsável

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes