Timão já trabalha pela liberação de Guerrero da Seleção Peruana

Timão já trabalha pela liberação de Guerrero da Seleção Peruana

Por Meu Timão

Corinthians trabalha para ter Guerrero na reta final do Brasileirão

Corinthians trabalha para ter Guerrero na reta final do Brasileirão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians ainda não desistiu de ter o peruano Guerrero nas partidas contra o Bahia e o Goiás, que serão jogadas nos próximos dias 16 e 19 de novembro. Após o jogo contra o Santos, no domingo, o peruano deverá se apresentar à seleção que disputará dois jogos contra o Paraguai, nas cidades de Lima e Assunção.

A esperança, contudo, é que Guerrero converse com a Federação Peruana para tentar que ele esteja à disposição de Mano Menezes, ao menos no segundo jogo, contra os goianos, na cidade de Belém (PA).

Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians, já teve uma conversa preliminar com Guerrero, para tratar justamente da possível liberação dos amistosos. Ele voltará a se reunir com o atacante assim que retornar da Flórida, nos Estados Unidos, onde acerta a participação do Timão na Florida Cup.

Vale o destaque que pode ocorrer um confronto alvinegro nesses amistosos: Romero foi convocado para defender a seleção paraguaia e pode enfrentar o companheiro de equipe no duelo das seleções.

Veja Mais:

  • Carille comandou o treino do Corinthians deste sábado, no CT Joaquim Grava

    Pablo treina, e Carille define escalação do Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson foi relacionado pela primeira vez no Corinthians

    Com estreia de Clayson e Pablo, Corinthians relaciona 22 contra Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson deve estrear com a camisa do Corinthians neste domingo

    Relacionado pela primeira vez, Clayson faz declaração à torcida do Corinthians em rede social

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes