Mano ataca período de Pato no Corinthians: 'Incomodava'

Mano ataca período de Pato no Corinthians: 'Incomodava'

Por Meu Timão

Mano sobre Pato: 'Não incomoda mais'

Mano sobre Pato: 'Não incomoda mais'

O treinador Mano Menezes revelou em entrevista recente que o principal motivo pela a não adaptação de Pato no Corinthians era o ciúme de outros jogadores. O atacante, que chegou com ares de estrela internacional, roubou os holofotes do time campeão do Mundo.

Para o treinador, isso fez com que outros jogadores evitassem o jogador em campo. Em entrevista recente, o candidato a presidente e à época diretor de futebol, Roberto de Andrade, colocou panos quentes na declaração.

Na visão de Andrade não havia ciúmes e o jogador havia sido bem recebido no Timão. Ele lembrou que somente o pênalti perdido contra o Grêmio tinha sido um motivo de conflito entre jogadores e Pato, mas julgou a situação como "normal".

Porém, o ex-diretor de futebol do Corinthians também deixou bem claro que a decisão de afastar Pato foi de Mano Menezes e da comissão técnica - e que a negociação com o São Paulo só aconteceu depois do treinador informar que não pretendia aproveitar o jogador.

Ainda sobre o assunto, Mano acabou mudando um pouco tom na coletiva pós-treino, sendo mais incisivo sobre o período do jogador no CT Joaquim Grava. Para Mano, Alexandro Pato é assunto velho: "Não incomoda mais ninguém aqui dentro. Mas incomodava, e a gente resolveu", falou o treinador.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes