Tite fala de passado, presente e futuro em programa de TV

Tite fala de passado, presente e futuro em programa de TV

Por Meu Timão

Tite esteve no 'Bem, Amigos'

Tite esteve no 'Bem, Amigos'

Foto: Crédito: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O técnico Tite foi o convidado do programa "Bem, Amigos" do Sportv, na noite desta segunda-feira. Entre os assuntos debatidos no programa, o técnico corinthiano abordou diversos temas em relação ao jogo decisivo contra o Once Caldas, além de passado, presente e futuro do Timão. Confira:

Tolima

Com certeza tudo começou com a derrota do Tolima (Campanha de título da Libertadores e Mundial). É muito fácil falar hoje depois de tudo, mas esse ato do Andres foi muito importante para o Corinthians, mas foi mais ainda para mim (manter ele na equipe). Hoje é fácil falar, mas ele tomou uma decisão na pressão, com a grandeza que o clube tem, ele bateu o martelo e ele sabe disso. sabe da gratidão que eu tenho por ele.

Mas são situações bem diferentes. As equipes são diferentes. A preparação delas. Aquela estava no final de um ciclo. Tinha saído Elias, Willian tinha parado, o ajuste tático não estava bom. Hoje é diferente.

Está confiante para Libertadores?

A minha confiança cresceu muito com os jogos que nós tivemos nesse início do ano e, principalmente, com o segundo tempo do jogo de ontem,

Jadson/Lodeiro

Foi no ônibus mesmo. A situação tomou uma dimensão muito grande e muito rápida. Ela fugiu da área técnica. Ela envolvia direção, jogadores.

Eu entendo de futebol com quatro meio campistas, dois articuladores e dois atacantes. Penso equilibrado dessa forma. Por isso, Jadson, Lodeiro e Danilo são boas opções.

Eram 3 horas eu estava no meu quarto como Lodeiro conversando a respeito da situação dele. Na sequência falei com o Jadson no ônibus. Eu sempre deixei o Jadson por dentro da situação, falando para ele se preparar por que nunca se sabe a hora que pode acontecer.

Eu falei para eles uma vez, em um jogo, no banco. Renato, Danilo e Jdaason e Lodeiro, o último terço do campo, vocês deixam alguém na cara do gol a qualquer momento. Eles tem visão 3D, enxergam coisas que outros jogadores não enxergam. Eles tem essa capacidade.

Para o Jadson, especialmente, eu falei que tinha que formar uma grande equipe, um grande elenco. Se ele ia ser titular, eu não sabia, mas falei para se preparar para essa situação. Ele se preparou e teve a chance. Ganhei um cara forte para a Libertadores.

Pedido para o torcedor

Eu faço um pedido ao torcedor. Os atletas que não foram campeões, pelo Corinthians ou outros times, eles ficam naturalmente mais impacientes com o torcedor. O Felipe, por exemplo, jogou muito ontem. Antecipou todas as bolas. Esses jogadores o torcedor tem que jogar junto. É importante. Como ele joga? Tendo paciência.

Guerrero

Eu não tenho o direito de falar se o Guerrero tem que baixar a pedida ou que o Corinthians tem que pagar mais. Eu quero contar com ele. Sei que o Corinthians como entidade quer contar com ele. E tomara que seja uma coisa limpa. Eu sei que a uma reunião pós eleição para que tenha um direcionamento para essa situação.

Eu sei, ele sabe, os diretores do Corinthians sabem, a torcida sabe o valor que ele tem.

Veja Mais:

  • Romarinho não esconde a relação de carinho que ainda mantém com o Corinthians

    Com veto a rival, Romarinho admite saudade do Brasil e fala em retorno 'em dois anos' ao Corinthians

    ver detalhes
  • Juninho Capixaba foi um dos destaques do Bahia na temporada.

    Corinthians rejeita ceder três jogadores pedidos pelo Bahia em negociação por lateral

    ver detalhes
  • Romero foi imprescindível ao Corinthians na conquista do Paulistão e do Brasileiro em 2017

    Luan volta a exaltar Romero e relaciona venda de Arana ao paraguaio: 'Pode colocar na conta dele'

    ver detalhes
  • Dupla 'Renadson' brilhou no Corinthians no Brasileirão de 2015

    Renato Augusto rasga elogios a Jadson e faz projeção sobre futuro do camisa 10 no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes