Andrés Sanchez sobre Naming Rights: 'questão de tempo'

Andrés Sanchez sobre Naming Rights: 'questão de tempo'

Por Meu Timão

19 mil visualizações 157 comentários Comunicar erro

Sanchez reconheceu que Naming Rights está atrasado faz anos

Sanchez reconheceu que Naming Rights está atrasado faz anos

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

O ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, que apoiou a candidatura do novo presidente, Roberto de Andrade, falou sobre o Naming Rights após o resultado das eleições:

- Quem sabe não anunciamos nos próximos dias ou meses? Tem duas ou três empresas negociando e o acordo é questão de tempo. Está atrasado pois não é qualquer empresa que pode pagar o que o Corinthians quer. Mas vamos fechar um acordo e o pontapé será muito bem dado - disse o presidente.

Andrés Sanchez fundou em 2008, a chapa chamada de "Renovação e Transparência" que venceu pela terceira vez consecutiva a disputa pela presidência do Corinthians. Questionado se o ex-presidente terá um novo cargo no clube, Sanchez negou que irá trabalhar novamente no Parque São Jorge.

- Não vou participar de nada, vocês não acreditam. Se eu falar para vocês que não vou participar ativamente, não vai adiantar nada. Vou ajudar sempre o Corinthians, independentemente de quem for o presidente - disse Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Avelar tende a receber nova chance como titular do Corinthians na capital paranaense

    Carlos joga 45 minutos pela Seleção Sub-20, e Corinthians deve ter Avelar contra Atlético-PR

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes