Torcedores de São Paulo e Corinthians que se envolveram em briga são soltos

Torcedores de São Paulo e Corinthians que se envolveram em briga são soltos

Por Meu Timão

Torcedores responsáveis pelo confronto na estação Carrão foram soltos

Torcedores responsáveis pelo confronto na estação Carrão foram soltos

Dos 44 torcedores de São Paulo e Corinthians que foram presos na noite de ontem, após se envolverem em uma briga na estação Carrão, da linha vermelha do Metrô de São Paulo, somente três foram autuados e já foram liberados após pagarem mil reais de fiança cada. Os infratores responderão pelo crime de depredação do ambiente.

Segundo uma matéria publicada pelo portal Globo Esporte, os alvinegros, em maior número, é que partiram para cima dos torcedores do São Paulo, em um vagão sentido Barra Funda. Os corintianos saiam do Parque São Jorge, na Zona Leste, onde ocorria a eleição presidencial do clube.

Por volta das três e meia da tarde, esses torcedores encontraram alguns são-paulinos e, segundo testemunhas, os alvinegros agrediram os tricolores e ainda depredaram o trem em que eles estavam.

A briga e as prisões ocorrem um dia após a polêmica sobre a presença da torcida no clássico deste domingo, entre Palmeiras e Corinthians, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Fica nosso desejo para que nada aconteça no dérbi de hoje, contra o Palmeiras.

Veja Mais:

  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians e Juventus se encontram neste domingo, às 19h45

    Corinthians encara 'clássico da Zona Leste' por vaga na final da Copinha

    ver detalhes
  • Empresário do meia Pedrinho acusa empresa de assédio sobre o jogador dentro do Corinthians

    Portal revela denúncia de empresário de meia da base contra empresa de Garcia

    ver detalhes
  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes