'Vamos tirar jogador que ganha muito', afirma Andrés

'Vamos tirar jogador que ganha muito', afirma Andrés

Por Meu Timão

O superintendente de futebol do Timão declarou que irá cortar altos salários de jogadores

O superintendente de futebol do Timão declarou que irá cortar altos salários de jogadores

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Andrés Sanchez está de volta ao Corinthians, agora como superintendente de futebol. E já pensa em mudanças no clube alvinegro, sobretudo no departamento financeiro. Em entrevista na noite desta segunda-feira, o ex-presidente afirmou que irá cortar gastos para colocar o Corinthians ‘de volta nos trilhos’.

“Vamos baixar salário, tirar jogador que ganha muito. Mas não podemos mexer nada agora (por causa da Libertadores). No máximo, reforçar. O Corinthians é uma cidade, tem de fazer uma reformulação administrativa para entrar no eixo novamente”, afirmou Sanchez, durante participação na Rádio Globo.

A declaração do dirigente vai de encontro com uma das maiores preocupações da diretoria alvinegra no momento. Com o término de seu contrato previsto para julho de 2015, a permanência de Paolo Guerrero para o restante da temporada segue indefinida. Por conta disso, o atacante já pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube, deixando o Corinthians de 'mãos atadas',

De acordo com Andrés, o Alvinegro necessita reordenar suas finanças por conta do pagamento da Arena Corinthians junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Estima-se que o valor do empréstimo para a construção da Arena gire em torno dos R$5 milhões por mês, com juros.

“Todo dinheiro do estádio vai para o fundo. Vamos arrecadar R$ 150 milhões com o estádio, mas vai para o fundo. Daqui oito ou dez anos, quando pagarmos, todo mundo vai ficar preocupado”, declarou o dirigente.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes