Organizadas do Corinthians se unem no Uruguai

Organizadas do Corinthians se unem no Uruguai

Por Meu Timão

Torcida corinthiana deu show em Montevidéu

Torcida corinthiana deu show em Montevidéu

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Aproximadamente mil torcedores corinthianos compareceram ao estádio Luis Franzini na partida desta terça-feira, válida pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, que terminou com a vitória do Corinthians por 2 a 1 sobre o Danubio, no Uruguai.

Mesmo assim, a torida do Timão deu show. Cantaram e pularam, empurrando e apoiando o time durante os 90 minutos de jogo, impressionando torcedores e imprensa uruguaia. Isso aconteceu porque as seis torcidas organizadas presentes (Gaviões da Fiel, Camisa 12, Estopim da Fiel, Pavilhão 9, Coringão Chopp e Fiel Macabra) uniram suas baterias e seus cantos para apoiar o time.

O estádio, que de regular tinha somente o gramado, chamou atenção pelo tamanho e estrutura. Além disso, a diferença de valores entre os ingressos para torcedores uruguaios e visitantes era muito grande, fazendo com que muitos torcedores alvinegros comprassem um lugar no meio dos adversários.

Após o final da partida, o técnico Tite e os jogadores foram até onde estavam os cerca de mil torcedores e agradeceram pela presença no estádio.

Veja Mais:

  • Clayson está na mira do Corinthians, que cogita emprestar terceiro jogador ao clube de Campinas

    Corinthians estuda emprestar jogador à Ponte Preta por contratação de Clayson

    ver detalhes
  • Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

    Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes
  • Timão empatou com rival São Paulo e carimbou passaporte à finalíssima

    Classificação do Corinthians à final do Paulistão rende recorde de audiência à Globo

    ver detalhes
  • Fiel promete lotar Arena para empurrar Corinthians rumo ao título paulista

    Corinthians inicia venda de ingressos para final e dá orientação a inadimplentes

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes