Atacante processa Corinthians e pede R$ 1 milhão

Atacante processa Corinthians e pede R$ 1 milhão

Por Meu Timão

Jorge Henrique deixou o Corinthians de maneira polêmica

Jorge Henrique deixou o Corinthians de maneira polêmica

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de deixar o Corinthians de maneira conturbada em 2013, o atacante Jorge Henrique provou que não guarda mais nenhum respeito pelo clube que defendeu a camisa por cinco anos.

No último dia 7, o jogador entrou com uma ação na Justiça do Trabalho contra o Corinthians. Jorge Henrique alega que o clube pagava metade do seu salário disfarçadamente com direitos de imagem e, que, assim, deve a ele quantias referentes a 13º, férias e (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Além disso, o atacante também quer receber dinheiro correspondente a direito de arena (a porcentagem que os atletas recebem das cotas de TV). Os advogados de Jorge Henrique calculam um valor de cerca de R$ 1 milhão de reais.

Porém, para o clube, isso é irreal. Fernando Abraão, advogado do Corinthians, explicou que o processo pegou a todos de surpresa.

“Ficamos surpresos com essa ação. O Corinthians não usa direito de imagem como fraude trabalhista. Exploramos a imagem dos jogadores que recebem dessa forma”, disse, em entrevista ao UOL Esporte.

A defesa do jogador, representado pelo escritório Domingos Savio Zainaghi Advogados, alega que ele não participou de nenhuma ação de porte que justificasse o paagamento. “Não precisamos usar a imagem dos jogadores em grandes eventos. Pode ser para divulgar produtos, a rede de lojas franqueadas, em cartazes. Nós usamos e temos provas", finalizou Abraão.

Jorge Henrique chegou ao Corinthians em 2009, onde permaneceu até 2013. No clube, ele ganhou seis títulos: Paulistas de 2009 e 2013, Copa do Brasil de 2009, Brasileiro de 2011, e a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes de 2012.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes