Em 'momento especial na carreira', Elias se vê em auge na Seleção

Em 'momento especial na carreira', Elias se vê em auge na Seleção

Por Meu Timão

Elias treina com a Seleção Brasileira

Elias treina com a Seleção Brasileira

Foto: Divulgação / CBF

Em preparação para a Copa América, que começa no próximo dia 11, no Chile, a Seleção Brasileira enfrenta o México em jogo amistoso no Allianz Parque, em São Paulo, na tarde deste domingo, às 17h. O time que for a campo deverá ser composto pela maioria dos jogadores que serão titulares na competição, e o corinthiano Elias tem grandes chances de ser um deles.

Sobre a cobrança de jogar na casa de um dos maiores rivais do clube do Parque São Jorge, o volante alvinegro mostrou saber lidar com as adversidades.

"A gente não se preocupa com isso, se é a casa do rival ou não. Vamos estar defendendo a Seleção. Um ou outro torcedor vai pegar no pé, faz parte. Mas terão torcedores de outros clubes também, corinthianos vão marcar presença. A gente sabe que as torcidas de São Paulo e do Rio são as mais exigentes. Já tive experiência de jogar um jogo aqui, na despedida do Ronaldo (em 2011, no Pacaembu, contra a Romênia). Estava 1 a 0 para nós, time pressionando, mas a torcida queria mais. Temos de saber jogar aqui, saber lidar com a pressão, pois isso vai ajudar a fortalecer o time", disse Elias em entrevista ao portal LANCENET!.

"Penso em fazer um grande jogo. Se tiver chance de fazer um gol, vou fazer. Mas não penso em fazer um gol para provocar ninguém. Vão estar todos torcendo pela Seleção, não vai ter clubismo", completou.

Mesmo em uma fase instável no Corinthians, Elias conquistou a titularidade na Seleção e se vê preparado e no auge de sua carreira.

"É um momento especial na minha carreira, pode-se dizer que é o auge. Quero ajudar a nossa Seleção a conquistar novamente o título da Copa América", afirmou.

Em comparação à fase anterior a sua volta ao Timão, quando vestiu a camisa do Flamengo, reconheceu suas próprias mudanças.

"Hoje estou diferente. Aquele nível vai ser muito difícil alcançar. Eu era o protagonista daquele time. Mas agora estou vivendo um grande momento, estou bem fisicamente, tecnicamente melhorei bastante do ano passado para cá. Espero continuar melhorando. Não quero dizer que o meu melhor momento está por vir, mas quero continuar crescendo. Aquele momento foi especial, ganhei um título, decidi quase todas as partidas fazendo gol. Isso para um volante é momento único. Espero chegar àquele nível ou até passar", ressaltou.

"Agora estou mais experiente, mais consistente, às vezes não apareço muito, jogo para o time. Quando tenho oportunidade, apareço na frente para fazer meus gols. Vou focar para que esse momento aconteça novamente", concluiu.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes