‘Vai disputar a posição’, afirma Vagner Love sobre possível chegada de Jonathas

‘Vai disputar a posição’, afirma Vagner Love sobre possível chegada de Jonathas

Por Meu Timão

Titular com Tite, Vagner Love pode perder espaço com a chegada de mais um atacante

Titular com Tite, Vagner Love pode perder espaço com a chegada de mais um atacante

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

Apesar da situação financeira aquém do ideal, a direção do Corinthians trabalha para a contratação de mais um atacante neste segundo semestre. Sem sucesso com Téo Gutiérrez, que optou pelo Sporting (POR), o Timão vê com bons olhos o nome de Jonathas, ex-centroavante do Elche (ESP). A chegada de mais um jogador não incomoda Vagner Love, atual camisa 9 da equipe no Brasileiro.

"Vai ser muito bom, se chegar mais um jogador de alto nível e qualidade. A sequência é grande, temos a Copa do Brasil pela frente, vamos precisar de todos. Não digo que chega para ser sombra, vai disputar a posição. Vou tentar fazer o meu melhor e quem estiver melhor, o Tite vai colocar para jogar", analisou Vagner Love, em entrevista coletiva nesta quarta-feira no CT.

A chegada de mais um atacante ao clube dará mais alternativas ao técnico Tite, que ainda busca um substituto para Paolo Guerrero. Atualmente, o comandante corinthiano conta com seis nomes do setor ofensivo à disposição: Luciano, Malcom, Mendoza, Rildo, Romero e, por fim, Vagner Love.

Questionado sobre o bom momento do Corinthians na temporada, o camisa 9 afirmou que o objetivo é “oscilar o menos possível” e, em novembro, brigar pelo título do Campeonato Brasileiro. “A gente estava comendo pelas beiradas, bem quietinho no nosso canto. Agora voltaram a falar, estamos bem novamente. Perdemos peças importantes, passamos por processo de reformulação, agora as coisas começaram a se encaixar”, analisou.

Confira tudo o que rolou na entrevista coletiva de Vagner Love nesta quarta-feira

Bom momento

Campeonato é longo, não dá para saber se vamos ficar na frente sempre. A gente vai tentar oscilar o menos possível. Vai ter jogos que vamos perder, mas a gente espera que o Tite consiga fazer boas coisas, para que a gente não tenha oscilação tão grande na competição.

Baixo desempenho do ataque?

Estou tendo sequência agora de jogos, sei que meus números podem melhorar. Não só os meus, mas de todos. Às vezes joguei cinco, dez minutos, é diferente do que aquele que jogou sempre. A gente pode melhorar. Hoje a coisa boa no Corinthians é que não são os mesmos que fazem gols. Contra o Flamengo foram uns, nesse outro, cada hora um pode resolver, a gente não fica dependente de um só. A gente fica mais forte.

Força defensiva!

A partir do momento que a gente não toma gol, é bom. Já são vários jogos sem tomar gols, isso ajuda. Uma ou duas oportunidades na frente vamos ter, temos de estar tranquilos para fazer. Defesa ganha campeonato e a nossa está de parabéns.

Duelo contra o Coritiba

Não tem essa de vice-líder contra penúltimo. Não vamos ganhar fácil, a gente vai ter que chegar lá e ralar pra caramba para conseguir ganhar.

Condicionamento físico

Treino normalmente, mas continuo fazendo trabalho extracampo, no laboratório, academia, para não perder o que consegui alcançar. Não posso perder o que alcancei.

Veja Mais:

  • Arena Corinthians tem promessa de bom público no domingo

    Corinthians vende mais de 27 mil ingressos contra o Botafogo; bilheterias abrem nesta quinta

    ver detalhes
  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca de tradutor para Carille em entrevista coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes