Problemas extracampo levaram meia do Timão a Portugal

Problemas extracampo levaram meia do Timão a Portugal

Por Meu Timão

Zé Paulo nunca conseguiu se firmar no Corinthians e mais uma vez será emprestado

Zé Paulo nunca conseguiu se firmar no Corinthians e mais uma vez será emprestado

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Considerado uma das apostas do Corinthians para o futuro, o meia Zé Paulo tem causado cada vez mais decepção ao dirigentes corinthianos. Depois de ser emprestado a Atlético Paranaense e Bragantino e não conseguir se destacar, o Timão resolveu mandá-lo ao time português Rio Ave, devido a problemas extracampo.

O ápice para a diretoria corinthiana aconteceu ainda durante sua passagem pelo time de Bragança Paulista – que durou três meses - , quando o Residencial Colinas da Mantiqueira, local onde morava, procurou a diretoria do Bragantino para protestar pelo mau comportamento do atleta.

"Enviamos a carta por causa de barulho e desacato a funcionário. Os vigias do prédio foram bater na porta porque ele não atendeu o ramal. Ele usou palavras de baixo calão. Isso ocorreu logo na primeira semana e, depois, ele já foi embora", alegou João, responsável pelo residencial, em entrevista ao UOL Esporte.

Aos 21 anos, Zé Paulo ainda sequer fez um gol profissionalmente. Foram somente duas partidas no Bragantino e outras três na equipe paranaense. Em contrapartida, o meia já acumula um longo histórico de problemas. Segundo membros da comissão técnica do clube de Bragança, havia atrasos e faltas nos treinamentos e consumo excessivo de bebida alcoólica; histórias similares também são ditas no Timão. Anteriormente, porém, ele já havia sido dispensado da base do Cruzeiro, por problemas disciplinares, aos 16 anos.

Seu empresário Taciano Pimenta, no entanto, deu outra versão dos fatos. "Ele tem uma criança de dois anos e veio a esposa, a mãe, toda a família. É um pessoal da roça, acostumado a falar alto até tarde, e por isso os síndicos reclamaram. Isso aconteceu em São Paulo também", explicou o agente que garantiu que os problemas fazem parte do passado do atleta.

"O Zé Paulo teve um problema disciplinar aos 15 anos e carrega essa imagem. Ele está indo para Portugal com a esposa e o filho. Muitos jovens se deslumbram com Corinthians, com torcida, mas a gente apoia para estar com a família. O Zé está vendendo o Veloster (carro da Hyundai) para comprar um lote e construir uma casa em Raposo-MG. É só vitória na vida dele. O que aprontou é coisa do passado", completou Taciano Pimenta.

José Paulo de Oliveira Pinto, o Zé Paulo, chegou ao Corinthians em 2013 e obteve destaque na campanha do vice-campeonato da Copa São Paulo em 2014, na sequência foi promovido ao profissional por Mano Menezes e chegou a fazer seis partidas pelo Alvinegro antes de ser emprestado ao Atlético-PR.

Veja Mais:

  • Recuperado de lesão, Balbuena volta a compor zaga com Pablo; dupla terá de parar melhor ataque do Paulista

    Defesa x ataque: Corinthians e São Paulo buscam vitória e equilíbrio em clássico no Morumbi

    ver detalhes
  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes