Após ganhar titularidade, Bruno Henrique acerta aumento salarial

Após ganhar titularidade, Bruno Henrique acerta aumento salarial

Por Meu Timão

Titular, Bruno Henrique vive boa fase no Timão

Titular, Bruno Henrique vive boa fase no Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A fase de Bruno Henrique no Corinthians realmente é boa. Depois de conquistar a titularidade, o volante recebeu um aumento salarial. O reajuste foi confirmado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na última semana.

Apesar do aumento, o vínculo de Bruno Henrique segue com a mesma validade: até dezembro do ano que vem. O valor do reajuste salarial não foi divulgado.

O volante é representado pelos empresários Bruno Paiva e os sócios Marcelo Robalinho e Marcelo Goldfarb. O grupo também gerencia a carreira de Edílson, que acabou de renovar o seu contrato com o Corinthians.

Bruno Henrique, que chegou ao Timão no início do ano passado, já atuou em 70 jogos com a camisa alvinegra no período. Sua melhor fase, porém, está sendo vivida agora. O volante desbancou Ralf, que era titular incontestável há cinco anos, e assumiu a posição na equipe do técnico Tite. Somente neste ano, são 30 jogos sendo 18 como titular e um gol marcado.

Confira o registro do reajuste salarial de Bruno Henrique no BID

Veja Mais:

  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes
  • Não agradou - Titular no Majestoso, Guilherme teve atuação discreta na decisão da Florida Cup

    Meia do Corinthians tem nota próxima do zero após empate

    ver detalhes
  • Timão disputou primeiro clássico de 2017 na noite deste sábado

    Clássico termina empatado e Corinthians perde título para rival nos pênaltis

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel foi chutado por Bruno

    Marquinhos Gabriel leva chute na cabeça; árbitro ignora, mas expulsa Kazim e Maicon

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes