Campeão Mundial Sub-17, lateral dispara críticas à base do Corinthians

Campeão Mundial Sub-17, lateral dispara críticas à base do Corinthians

Por Meu Timão

Lucas Roncato foi capitão do Timão na Copa São Paulo de 2014; agora está encostado

Lucas Roncato foi capitão do Timão na Copa São Paulo de 2014; agora está encostado

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Capitão do vice-campeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior, campeão do Mundial Sub-17, do Paulista Sub-20... Esse é um pouco do currículo de Lucas Roncato, lateral-direito de apenas 21 anos, revelado nas categorias de base do Corinthians.

Mesmo assim, Lucas está encostado no clube do Parque São Jorge. No clube há 11 anos, o lateral está treinando separado do restante do elenco e ainda não sabe se terá seu contrato renovado com o Timão - ele tem vínculo apenas até o fim deste ano.

"Eu fico triste por estar nessa situação. O clube não valorizou, não deu oportunidade. Fiquei muito chateado, porque passei minha vida toda aqui no Corinthians, fui profissional ao limite, fiz sempre tudo que me pediram e nunca tive uma oportunidade. O Corinthians precisa valorizar mais a base", criticou Lucas, em entrevista ao portal ESPN.com.br.

A diretoria tem feito mudanças para valorizar mais os jovens jogadores. Depois de uma reformulação, mais nomes foram promovidos ao profissional. Na última quarta-feira, o também lateral Guilherme Arana fez sua primeira partida oficial. Lucas, porém, prefere lembrar dos amigos que não tiveram as mesmas oportunidades e deixam o clube.

"Eu fico muito feliz em ver o Malcom e o Arana jogando, mas o Cassini, por exemplo, teve que sair pra jogar. O Marquinhos mesmo quando estava aqui não teve muitas oportunidades. Acho que comigo será a mesma história e outros tantos devem seguir o mesmo caminho", declarou.

Apesar das críticas, Lucas relembra de quando treinou com os profissionais, em 2012, e chegou até a ficar no banco de reservas de jogos do Brasileirão daquele ano.

"Eu fui pro banco de reservas em jogos no Campeonato Brasileiro de 2012 e mal conseguia dormir depois. Foi um sonho realizado ver o Pacaembu lotado e com aqueles caras que você via apenas pela televisão", finalizou.

Veja Mais:

  • Gol de Balbuena abriu o placar nesta quarta-feira

    Balbuena e Pedrinho marcam, Corinthians despacha colombianos e avança na Sul-Americana

    ver detalhes
  • Embalado sob o comando de Carille, Timão alcançou marca obtida há 80 anos

    Corinthians de Carille iguala segunda maior invencibilidade da história alvinegra

    ver detalhes
  • Romero em ação contra o Fluminense, no Maracanã

    Fora contra o Patriotas, Romero vira dúvida para o duelo com o Flamengo na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Guilherme Arana segue no Corinthians

    Clube espanhol faz oferta milionária por Arana e se torna mais um a ouvir 'não' do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes