Rivellino quer Tite na Seleção, mas treinador desconversa

Rivellino quer Tite na Seleção, mas treinador desconversa

Por Meu Timão

Técnico Tite diz que não é o seu momento de assumir a Seleção Brasileira

Técnico Tite diz que não é o seu momento de assumir a Seleção Brasileira

Foto: Ricardo Taves / Agência Corinthians

Toda vez que a Seleção Brasileira tem um troca de treinador, o nome do técnico Tite é citado como um provável candidato. Muitos acreditam até que ele deva assumir atualmente, como o ex-jogador do Timão, Roberto Rivellino.

Em participação do técnico Tite no programa Cartão Verde, da TV Cultura, nesta terça-feira, o ex-meia distribuiu elogios ao treinador do Timão e pediu ele no comando da Seleção.

"Eu tenho uma admiração por você muito grande. E se Deus quiser, eu espero, faço votos, porque, para mim, você seria o treinador da Seleção Brasileira hoje. Era o meu treinador, sinceramente", declarou Rivellino.

O técnico Tite, como sempre, foi muito direto na resposta e disse que agora seu foco é o Corinthians, atual líder do Campeonato Brasileiro.

"É um momento muito importante profissional meu, de crescimento e do Corinthians, nesse ano todo. É um momento decisivo, que a expectativa acaba gerando mais. Eu quero ficar focado nisso", ressaltou o técnico, que completou dizendo que acredita que esse é o momento do treinador Dunga.

"Eu entendo que a Seleção tem o seu profissional, haviam outros profissionais que poderiam estar e seriam bem escolhidos, eu inclusive. Mas, agora, eu procuro dentro do futebol dar aquele tempo, aquela etapa para cada profissional mostrar o seu trabalho. É o momento do Dunga e não tem demagogia aqui não", ressaltou.

"É um momento de preparação e desse ciclo até o final do Mundial, depois tem outra história. Eu não tenho essa experiência se poderia ser ajustado, mas de uma coisa eu tenho certeza, de que as ideias do técnico tem que ser compatíveis com as ideias de quem dirige em um plano superior para que as coisas se irradiem em um situação, não igual, mas em sintonia", completou.

Depois da declaração, o treinador foi questionado se isso tinha a ver com o fato de ele não ter sido chamado ainda para o cargo, já que "as ideias do Tite" não tem muita ligação com as ideias da CBF. O técnico, ponderado, apenas sorriu, sem dar uma resposta.

Veja Mais:

  • Carille demonstra confiança no atual grupo do Corinthians

    Carille abre o jogo e fala sobre os principais rivais: 'Vamos bater de frente com todos'

    ver detalhes
  • Jô e Giovanni Augusto ajudam o Timão no primeiro desafio de 2017

    Corinthians encara o Vasco em duelo de estreia na Florida Cup

    ver detalhes
  • Reforços do Corinthians passam por 'batismo' hilário nos EUA; assista

    Reforços do Corinthians passam por 'batismo' hilário nos EUA; assista

    ver detalhes
  • Roberto e membros da diretoria deram explicações sobre momento do clube a torcida

    Torcedores do Corinthians cobram Roberto de Andrade em reunião no Parque São Jorge

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes