Surpreso com organização do Corinthians, Fabinho aponta evolução de Tite

Surpreso com organização do Corinthians, Fabinho aponta evolução de Tite

Por Meu Timão

25 mil visualizações 93 comentários Comunicar erro

Fabinho irá estagiar na equipe profissional do Corinthians

Fabinho irá estagiar na equipe profissional do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Recém-aposentado como jogador, Fabinho tem se preparado para iniciar a carreira de técnico de futebol. O ex-volante realizou um estágio nas categorias de base do Corinthians durante quatro meses. Agora, o futuro treinador pretende dedicar os estudos à equipe profissional do Timão, liderada por Tite e pela comissão técnica.

“O Corinthians hoje é um absurdo. O nível de organização e de trabalho é uma coisa que nunca vi”, contou Fabinho, em entrevista ao Blog do Boleiro. “Cheguei uma 8h30 e os caras já estavam reunidos desde as 8 horas. Eles definiram como seria a atividade do dia”, acrescentou ele, que esteve no CT Dr. Joaquim Grava em três dias da última semana.

Campeão da Copa do Brasil de 2002 pelo Corinthians, Fabinho apontou uma mudança na característica de Tite. “Ele mudou muito. É mais um gerente que divide responsabilidades, planeja e determina o que cada integrante da comissão vai fazer. Em 2004, ele era empolgante, batia no peito da gente, fazia uma motivação forte”, recordou.

“Agora, ele usa mais o discurso mesmo. Mas ele tem a mesma influência: o time já bateu campeão e ele quer a equipe no mesmo nível de competitividade”, disse. Aos 35 anos, ele depende da aprovação do superintendente de futebol, Andrés Sanchez, para iniciar um período de estudos com o time principal.

“O impressionante é que não se perde tempo. No campo, o Tite faz um trabalho com bola, movimentando o time. Depois, ele vai trabalhar bola parada e, automaticamente, os outros jogadores que não estão nesta atividade já se encaminham para outros trabalhos. Parece sincronizado. E o melhor é que ninguém fica de fora. Isso mantém a motivação”, explicou.

Fabinho iniciou sua carreira como atleta do São Caetano, em 2000. Após se destacar pela equipe do ABC paulista, acabou contratado pelo Timão na temporada seguinte. Ele permaneceu no clube alvinegro até 2004, quando decidiu se transferir para o Cerezo Osaka, do Japão.

Após passar pelo futebol francês, decidiu retornar ao Corinthians, participando do elenco que conquistou a Série B e o Campeonato Paulista. Sem espaço na equipe alvinegra, rescindiu seu contrato e acertou com o Cruzeiro, em 2009. Defendeu as cores do Timão por 247 jogos e marcou 17 gols. “Mas agora tem mais garotos da base trabalhando já em cima. Isso é muito bom”, concluiu.

Veja Mais:

  • Corinthians de Romero foi derrotado pelo Grêmio por 1 a 0 no fim do primeiro turno

    Cruzeiro só empata, Corinthians mantém posição, mas vê distância para o G6 aumentar

    ver detalhes
  • Fessin anotou o único gol do Corinthians no José Liberatti

    Com goleiro Filipe, Corinthians sai atrás, empata, mas é superado pelo Palmeiras no Paulista Sub-20

    ver detalhes
  • Corinthians caiu para o Grêmio, na Arena Corinthians

    Corinthians chega a 16 derrotas em 2018; falta uma para igualar pior temporada nesta década

    ver detalhes
  • Time comandado por Arthur Elias conquistou nova vitória na temporada de 2018

    Cacau sai do banco, marca golaço e dá vitória ao Corinthians feminino fora de casa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes