Mauri Lima revela que salvou ex-goleiro do Timão de aposentaria

13 mil visualizações 45 comentários

Por Meu Timão

O goleiro Danilo Fernandes foi revelado pelo Corinthians

O goleiro Danilo Fernandes foi revelado pelo Corinthians

Agência Corinthians

Danilo Fernandes entrou para o futebol bem novo, ainda aos seis anos de idade decidiu que seria goleiro. Após se destacar em torneios de futsal chegou ao Parque São Jorge com apenas 8 anos, onde ficou até os 25. Com boas atuações nas categorias de base, o goleiro foi observado pelo preparador de goleiros do Timão, Mauri Lima, em um coletivo contra a equipe profissional:

"Eu trabalhei ao lado do Danilo por 7 anos. Chegamos em janeiro de 2008, quando ele era do sub-20. Um certo dia, nós (elenco profissional) fizemos um coletivo contra a base e eu reparei na partida do Danilo, e gostei muito dele jogando. Fui questionar a comissão sobre o atleta, e falaram que já tinha sofrido muitas fraturas", contou Mauri, em entrevista no programa Jogo Aberto, na Band.

Entre 2004 e 2006, o jogador passou o seu pior momento na carreira. Com cinco cirurgias, quatro no punho direito e um no esqueda, e já com algumas placas e pinos dificultando a mobilidade. Já em 008, o destino do jogador, que estava fora da idade nas categorias de base, seria interrompido ou, pelo menos, modificado dentro do clube do Parque São Jorge.

Acreditando no potencial do goleiro, após o coletivo realizado contra o elenco principal, o preparador alvinegro fez um pedido ao comandante Mano Menezes, técnico do Corinthians na temporada de 2008.

"Me disseram que ele iria encerrar a carreira no fim do ano, já não tinha mais idade para base. Ofereceriam pra ele o cargo de auxiliar de preparação dos goleiros do sub-20. Aí parei, pensei e falei para o Mano trazer-lo como o quarto goleiro da equipe. Ele me perguntou 'Gostou dele?', disse: 'sim'. Logo ele chegou no elenco"

Com aval do comandante, o goleiro chegou ao elenco principal no final da mesma temporada, no dia 27 de dezembro. No entanto, sua primeira partida como profissional ocorreu apenas em agosto de 2011, no empate em 1 a 1 contra o Atletico Paranaense. Com uma atuação destacada, o goleiro consolidou-se com uma opção para a meta corintiana.

"Em 2014 com o fim do seu contrato com o clube optaram por não renovar. Mas eu tinha certeza que para o clube que fosse ele tinha condição de jogar. Você vê o crescimento dele e valoriza o acreditar no potencial que ele tinha", concluiu o preparador.

Veja Mais:

  • Protesto acontece após divulgação da escala de arbitragem

    Antes de decisão contra o Corinthians, torcedores do Palmeiras vão à FPF protestar por arbitragem

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians realiza novos exames de Covid-19 no CT Joaquim Grava

    Elenco do Corinthians realiza novos testes de Covid-19 no CT antes da final do Paulistão

    ver detalhes
  • Cássio recebe a maior nota dos leitores do Meu Timão após Dérbi sem gols

    Cássio 'se salva' e é o melhor do Corinthians em noite de avaliações ruins; meia é o pior

    ver detalhes
  • Está na hora de falarmos do Luan

    [Marco Bello] Está na hora de falarmos do Luan

    ver detalhes
  • Duelo teve muita luta e poucas chances de gol

    Corinthians cria pouco e fica no empate sem gols na primeira final do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Thiaguinho vibrou com conquista do Campeonato Alagoano

    Volante que pertence ao Corinthians comemora título estadual durante empréstimo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: